Nem parece, mas Kylian Mbappé completou 19 anos nesta quarta. Por tudo o que fez ao longo dos últimos meses, o atacante tem pecha de veterano. Por tantas maravilhas que ele se acostumou a proporcionar. E o dia de festa não poderia ser diferente ao adolescente, embora o presente tenha sido dado por ele no Parc des Princes. Ao lado de Edinson Cavani, o francês proporcionou uma daquelas pinturas para a gente não se cansar de ver. Abriram o caminho para a vitória por 3 a 1 sobre o Caen, que mantém o Paris Saint-Germain absoluto na liderança da Ligue 1.

A obra de arte assinada em conjunto aconteceu aos 21 minutos de jogo. Mbappé driblou três adversários, antes de cruzar para Cavani. E o uruguaio complementou a jogadaça da melhor maneira, com um toque de letra indefensável. No segundo tempo, Mbappé também deixou o seu, arrematando cruzamento de Giovanni Lo Celso. São 24 tentos e 17 assistências do jovem atacante pela Ligue 1, em apenas 55 partidas disputadas. Após tabelar com Neymar, Yuri Berchiche anotou o terceiro, em chute cruzado, aos 36. Já o gol de honra do Caen saiu no finalzinho, em pênalti convertido por Ivan Santini. Vale mencionar que outro golaço só não saiu porque o goleiro Rémy Vercoutre não deixou, se desdobrando para salvar o toque por cobertura de Lo Celso.

O PSG fecha o primeiro turno da Ligue 1 com 50 pontos conquistados em 57 possíveis. São nove pontos de vantagem sobre o Monaco, vice-líder, e para o Lyon, terceiro colocado. O título parece apenas uma questão de tempo. Mas ainda há tempo para os craques parisienses continuarem produzindo seus lances mágicos. Mbappé, em especial, tem sido fantástico nas últimas rodadas. Seu rendimento em dezembro supera Cavani e Neymar. Olho no garoto.