A eliminação do Paris Saint-Germain para o Real Madrid, nas oitavas de final da Champions League, ainda repercute. Além das questões táticas e técnicas, houve muita discussão sobre o espírito coletivo e a mentalidade dos jogadores da equipe francesa, ainda em construção, contra o atual bicampeão europeu. Segundo o Marca, Kylian Mbappé acredita que isso realmente fez a diferença.

LEIA MAIS: Sacchi: “O projeto para ir longe na Champions não pode ser um jogador. Sinto que o PSG inverteu a hierarquia”

“Mentalmente, queríamos enfrentar o Real Madrid o melhor possível. Ninguém pode dizer que não tentamos, mas é futebol e, apesar de termos grandes jogadores, o Real mostrou a diferença entre grandes jogadores e campeões”, afirmou o consciente e jovem atacante francês.

Muito da responsabilidade foi colocada nas costas do técnico Unai Emery, que dificilmente deve emplacar uma nova temporada à frente do Paris Saint-Germain, mas Mbappé isentou o chefe de culpa na derrota por 5 a 2 no placar agregado.

“Não foi Unai Emery quem perdeu, foi o PSG, então todos nós deveríamos ser vaiados. Nós que estamos em campo”, disse, em referência às vaias que a torcida do PSG direcionou a Emery na goleada por 5 a 0 sobre o Metz, no último sábado. “Foi importante nos recuperarmos porque ainda estamos em três competições”.

Mbappé foi o autor de um dos gols. O PSG ainda está na semifinal da Copa da França e na decisão da Copa da Liga Francesa.