José Mourinho não vinha dando muita sorte na Liga dos Campeões. Vinha, verbo no passado. O que aconteceu nesta terça-feira em Stamford Bridge só serve para exaltar ainda mais a história do treinador na competição, duas vezes campeão e oito vezes semifinalista – as últimas cinco, seguidas. Uma virada sobre o Paris Saint-Germain que teve influência direta do técnico, para ser ainda mais adorado pelos Blues.

A pergunta de um repórter na saída de campo foi emblemática: “Você colocou o André Schürrle e ele marcou gol. Depois, você pôs Demba Ba e ele também fez um gol. Como explicar?”. A resposta de Mou, ainda melhor: “Rabo”. Simples assim. E o pique que ele deu na comemoração do gol da classificação (entre o parabéns aos jogadores e as instruções para recompor a retranca para os minutos finais) certamente se tornará uma das imagens mais repetidas desta Champions.