Depois que a Juventus reduziu a pó o Sassuolo em Turim, o Napoli entrou em campo necessitando da vitória para manter a liderança. O desafio dos celestes não era dos maiores, encarando o Benevento no Ciro Vigorito. E apesar dos lances perigosos dos anfitriões, o time de Maurizio Sarri pôde emendar a sétima vitória consecutiva na Serie A: 2 a 0 no placar. Dries Mertens, mais uma vez, demonstrou que é um diferencial aos partenopei e abriu o caminho com um belo gol. O problema é a preocupação que fica, com o artilheiro saindo lesionado do gramado.

Contrastando com o Napoli no mercado de transferências, o Benevento trouxe nove reforços. E alguns dos novatos começaram a partida entre os titulares, com destaque para o brasileiro Sandro, assumindo a braçadeira de capitão. Durante o início do confronto, Pepe Reina sofreu ameaças constantes do time da casa. Mas logo os celestes passariam ao controle. Lorenzo Insigne só não marcou um golaço porque o travessão impediu. A classe ficaria por conta de Mertens, deixando a equipe em vantagem aos 20 minutos. O atacante recebeu de Allan, deu um belo giro sobre o marcador, gingou diante de outro defensor e bateu por cobertura.

O segundo tento do Napoli viria no início da etapa final. A zaga falhou ao não afastar o perigo e os napolitanos já armaram o ataque a partir da roubada. José Callejón cruzou rasteiro para Marek Hamsik escorar às redes. O Benevento poderia ter diminuído em um pênalti, posteriormente revogado pelo VAR por conta de um impedimento. Mas a pior notícia ficaria para os 31 minutos, quando em uma disputa de bola Mertens levou a pior e precisou ser substituído, sentindo dores no tornozelo. Fica o aguardo para o diagnóstico nas próximas horas.

Os dois times aparecem em situações inversamente distintas na tabela. O Napoli permanece um ponto à frente da Juventus, firme na liderança da Serie A. Fará jogo importante contra a Lazio, no San Paolo, durante a próxima rodada. Já o Benevento está longe da salvação, na lanterna. São apenas sete pontos, agora a 13 de deixar a zona de rebaixamento.