Lionel Messi guardou seus truques para o segundo tempo da goleada do Barcelona por 5 a 0 contra o Bétis e, em apenas 45 minutos, conseguiu construir uma atuação majestosa, entre as melhores da sua carreira. Marcou duas vezes, deu um passe para Suárez e ainda participou da jogada do outro gol do uruguaio.

LEIA MAIS: Com aposentadoria confirmada, é hora de lembrarmos por que o futebol reverencia Ronaldinho

Quem abriu o placar foi Rakitic, aos 14 minutos do segundo tempo, ao receber um belo passe de Suárez e tocar na saída do goleiro Adán. Messi ampliou em bela jogada de Busquets, que roubou a bola na intermediária ofensiva e encontrou o argentino livre na entrada da área.

E, então, soltaram o Kraken. Messi dominou na entrada da área, atraiu a marcação de quatro jogadores do Bétis, driblou um deles, e deixou na medida para Rakitic retribuir a assistência de Suárez. Marcou o seu segundo gol com a sua jogada preferida: arrancou em diagonal, driblando com a perna esquerda, passou por dois marcadores e arrematou até com certa displicência, permitida apenas aos gênios.

O melhor ficou para o final. Messi recolheu pela direita e avançou em direção à área. Três marcadores estavam em volta, mas nenhum deles conseguiu chegar perto. O quarto estava esperando dentro da área, mas o argentino soltou para Suárez na hora certa e evitou o bote. O uruguaio fechou a goleada, construída graças a mais um dia em que Messi nos lembra o quanto este rapaz joga bola.

.

.

.

E o bônus

Isso aqui já é crueldade.