A ideia era procurar o ex-árbitro Márcio Chagas da Silva para uma entrevista depois que baixasse a poeira levantada após ele denunciar, no começo de março, ter sido alvo de racismo durante e após uma partida do Esportivo de Bento Gonçalves, pelo Campeonato Gaúcho. No dia 5 de março, ele ouviu várias ofensas racistas por parte de torcedores do Esportivo. Após o jogo, encontrou bananas em seu carro, que foi amassado com chutes.

Leia a entrevista aqui.