No segundo jogo das quartas de final do Torneio Olímpico de Futebol, o México levou um susto, mas se classificou para as semifinais. A vaga veio com uma vitória por 4 a 2 sobre Senegal na prorrogação, após empate por 2 a 2 no tempo normal. A partida foi realizada neste sábado, em Wembley.

O primeiro tempo começou com o México tomando a iniciativa e abrindo o placar logo aos dez minutos com Jorge Enríquez. Após o gol, Senegal passou a pressionar e criar oportunidades de empatar, sem sucesso.

Na etapa final, os senegaleses continuaram em cima, mas os mexicanos, em um contragolpe, ampliaram com Javier Aquino. Quando tudo indicava uma classificação mais tranquila, Senegal empatou com dois gols de cabeça, marcados por Moussa Konaté, artilheiro da competição com cinco, e Ibrahima Baldé.

Na prorrogação, os mexicanos tomaram a iniciativa desde o início e fizeram o terceiro gol com Giovani dos Santos. Héctor Herrera, no segundo tempo, fechou o placar. O México agora encara o Japão pelas semifinais dos Jogos Olímpicos.

Destaque do jogo

Giovani dos Santos. Mesmo sem ser brilhante, definiu a partida com um gol e uma assistência.

Momento-chave

O início da prorrogação. Mesmo após tomar dois gols, os mexicanos não se abateram e souberam construir a vitória.

Os gols

10′/1T: Giovani dos Santos cobra falta na cabeça de Jorge Enríquez, que abre o placar.

17′/2T: Após confusão na área, Oribe Peralta toca para Javier Aquino bater para o gol vazio.

24′/2T: Pape Souaré cruza e Moussa Konaté cabeceia com força para as redes.

31′/2T: Souaré cobra escanteio na cabeça de Ibrahima Baldé, que empata o jogo.

8′/1T Prorrogação: Papa Gueye cochila na defesa, Giovani dos Santos rouba a bola e toca na saída do goleiro.

3′/2T Prorrogação: Abdoulaye Ba erra recuo para o goleiro, Giovani dos Santos rouba a bola e chuta para defesa de Mané. Na sobra, Herrera toca para o gol vazio.

Ficha técnica

México 4×2 Senegal (2×2 no tempo normal)

Local: Wembley, em Londres (ING)
Data: 04/ago, sábado
Árbitro: Mark Clattenburg (ING)
Gols: Jorge Enríquez aos 10′/1T, Javier Aquino aos 17′/2T, Giovani dos Santos aos 8′/1T da prorrogação, Héctor Herrera aos 3′/2T da prorrogação (México), Moussa Konaté aos 24′/2T, Ibrahima Baldé aos 31′/2T (Senegal)
Cartões amarelos: Israel Jiménez e Héctor Herrera (México), Abdoulaye Ba, Zargo Touré, Kalidou Yero e Pape Souaré (Senegal)

México
Jesús Corona, Israel Jiménez, Diego Reyes, Carlos Salcido e Darvin Chavez; Hiram Mier, Jorge Enríquez e Javier Aquino (Héctor Herrera aos 30′/2T); Giovani dos Santos, Marco Fabián (Miguel Ponce aos 10′/1T da prorrogação) e Oribe Peralta (Raúl Jiménez aos 2′/2T da prorrogação). Técnico: Luis Fernando Tena.

Senegal
Ousmanne Mané, Saliou Ciss (Magaye Gueye aos 24′/2T), Zargo Touré, Abdoulaye Ba e Papa Gueye; Pape Souaré, Cheikhou Kouyaté, Sadio Mané Mohamed Diamé (Kara Mbodji aos 45′/2T) e Moussa Konaté; Kalidou Yero (Ibrahima Baldé aos 15′/2T). Técnico: Abdoukarime Diouf.