Joseph Minala se tornou o jogador mais badalado das categorias de base italianas em 2014. Não por motivos estritamente esportivos, é verdade, diante das suspeitas levantadas sobre a adulteração de idade do meio-campista. O fato é que Minala realmente tem talento nos pés – algo que pudemos observar quando ele ainda estava nos juniores. Pois bem, Eddy Reja também notou isso e promoveu a promessa ao time principal da Lazio. E, embora não tenha havido tempo de fazer muita coisa, ficando pouco menos de 15 minutos em campo, o camaronês estreou no time principal neste domingo, na vitória por 2 a 0 sobre a Sampdoria.

Logicamente, se aconteceu mesmo, adulteração de idade é crime e pode trazer implicações na justiça a Minala. Mas não importa mais futebolisticamente se ele permanecer mesmo na equipe principal. O artifício é bastante útil nas categorias de base, onde meses já são suficientes para diferenças físicas grandes entre os jogadores. Entretanto, nos profissionais esse limite pouco importa. O que Minala precisa fazer é jogar bola para se firmar. E alguns exemplos do futebol brasileiro, como o próprio Emerson Sheik, provam que é possível ter sucesso mesmo se, um dia, for descoberto como “gato”.

Enquanto isso, Eddy Reja continuou bancando o camaronês na entrevista depois da partida: “Ele nasceu em 1996, é o que diz sua identidade. Queria parabenizar o Minala, que jogou ontem com os juniores. Ele tem personalidade e habilidades úteis, vai servir para o time”. E o próprio jogador preferiu mais exaltar sua emoção ao fazer a primeira partida pelo time de cima do que entrar em qualquer polêmica.

Considerando que a fase da Lazio não é das melhores, Minala pode ser muito útil para a reconstrução do time. Se tiver mesmo 17 anos, é um jogador com grande potencial para se tornar dono do meio-campo. Entretanto, caso as suspeitas se confirmarem, parece alguém pronto para ser usado na rotação do time – por mais que estagne, não evolua mais. O fato é que, gato ou não, o camaronês deve se tornar nome frequente na Serie A daqui para frente.