Segue a briga entre José Mourinho e Arsène Wenger. Neste ´round´, quem partiu para o ataque foi o técnico do Chelsea. ´´Nós temos um arquivo com frases do Wenger sobre o Chelsea nos últimos 12 meses. Não é um arquivo de cinco páginas; é um arquivo de 120 páginas´´, disse o português.

O comentário de Mourinho é uma resposta à ameaça que o técnico do Arsenal tinha feito de processar o português, que o havia chamado de ´´voyeur´´ e dito que ele tinha uma obsessão pelo Chelsea.

Mourinho disse querer encerrar a discussão com Wenger – mas que só vai fazê-lo depois que o técnico do Arsenal parar de falar sobre os Blues: ´´Meu objetivo é que isto seja o fim. É hora de parar, porque se ele não parar nós estamos aqui para brigar´´.