Na Espanha, José Mourinho enfiou o dedo no olho de Tito Vilanova, quando era técnico do Real Madrid, mas parece ter aprendido com os seus erros, embora não tenha passado essa lição para os seus assistentes. Rui Faria foi com tudo para cima do árbitro Mike Dean, depois do pênalti que ele marcou em cima de Altidore, que deu a vitória por 2 a 1 para o Sunderland, contra o Chelsea, no último sábado.

>>>> A primeira derrota de Mourinho em casa pelo Inglês colocou o Chelsea longe do título

O próprio Mourinho encarregou-se de segurar o irritado rapaz e puxá-lo para trás. Depois, deixa a função com seu outros assistentes, que levam Rui Faria ao vestiário. Obviamente, ele foi expulso. Mourinho encontrou um jeito mais sutil de expressar sua insatisfação: não deu entrevista coletiva. Fez um pronunciamento no lugar:

“Vou dizer apenas quatro coisas e peço desculpas porque vou responder exatamente a mesma coisa se você me fizer outra pergunta. Parabéns aos meus jogadores, porque deram o que tinham e o que não tinham. Parabéns ao Sunderland, porque ele venceu. Parabéns ao Mike Dean, que teve uma performance fantástica e parabéns a Mike Riley (chefe de arbitragem da Inglaterra) porque o que ele fez durante a temporada foi fantástico, pelo jeito que o campeonato está indo. Parabéns para todos eles e eu não tenho mais nada a dizer”.

Sentimentos sinceros ou irônicos? Pelo histórico do treinador, o que você acha?

>>>> Em vídeos, a história completa de Chelsea x Atlético de Madrid
>>>> Interferência da Uefa no caso Courtois deve mudar cláusula de empréstimos

Veja Rui Faria maluco tentando chegar mais perto do árbitro: