A vitória do Manchester United sobre o Bournemouth foi pelo placar mínimo, com futebol também reduzido, mas importante para somar os três pontos. O técnico José Mourinho foi perguntado se a disputa pelo título com o Manchester City, 11 pontos à frente, acabou. O português não só refutou essa possibilidade como ironizou a questão.

LEIA TAMBÉM: O futebol do Manchester United contra o Bournemouth foi como o placar: mínimo

O repórter da BBC perguntou sobre a possibilidade de título “provavelmente acabou”, segundo o próprio Mourinho, segundo ele, tinha declarado após a derrota para o Manchester City. O treinador interrompeu para dizer que não era o caso e não foi isso que ele disse.

“Eu disse que nós jogamos partida após partida, uma partida por vez, e na próxima partida temos que tentar vencer. Nós tentamos vencer esta e conseguimos fazer isso. Na próxima semana nós temos um jogo difícil com o West Bromwich Albion e tentaremos o mesmo. E vamos seguir partida a partida. E acho que todos os outros times atrás de nós, o terceiro, o quarto, quinto, sexto, todos eles continuarão a fazer o mesmo”, declarou Mourinho.

A pergunta, então, foi se essa é uma mensagem para os jogadores que a disputa do título não está terminada. “Eu acho que acaba em maio. Se acabou, eu vou sair de férias amanhã. Eu vou para o Brasil ou para Los Angeles”, disse, ironicamente, o técnico.

A disputa não terminou, mas o Manchester City de fato abriu uma vantagem enorme à frente de todos os rivais. Com 49 pontos, venceu 16 das 17 rodadas até aqui. Uma série impressionante de vitórias na liga, a maior da história do Campeonato Inglês. Um sinal disso é que o Arsenal, sétimo colocado neste momento, tem 30 pontos e está mais perto do último colocado, Swansea, com 12, do que do Manchester City, com seus 48.