O belga Charly Musonda, de apenas 20 anos, realizou um sonho na última quarta-feira. Foi titular com a camisa do Chelsea pela primeira vez, em Stamford Bridge, e contribuiu com um gol na goleada por 5 a 1 sobre o Nottingham Forest, que, apesar de estar na segunda divisão no momento, é um bicampeão europeu. A melhor noite da sua ainda curta carreira, como ficou claro na sua emocionante comemoração. Melhor até do que quando encarou o Barcelona no Camp Nou.

LEIA MAIS: Apenas Arsenal e City correram riscos em dia de vitória dos grandes na Copa da Liga Inglesa

Também, pudera: Musonda viu de perto o que um ataque com Suárez e Messi pode fazer, autores de cinco gols na goleada por 6 a 2 sofrida pelo Bétis, na primeira rodada da temporada 2016/17, a segunda que ele passou por empréstimo ao clube espanhol. Atualmente, faz parte dos planos de Antonio Conte e disputou, contra o Forest, seu terceiro jogo de azul.

Foi, no entanto, a estreia verdadeira de Musonda. Antes, havia disputado apenas um minuto contra o Burnley, na estreia da Premier League, e oito diante do Arsenal, na Supercopa da Inglaterra. Aproveitou a rotação que os técnicos dos grandes clubes ingleses geralmente promovem na Copa da Liga para jogar desde o começo e ficar 90 minutos em campo.

“Jogar pelo Chelsea naquela noite definitivamente eclipsou jogar no Camp Nou. Começar meu primeiro jogo no Stamford Bridge, depois de estar neste clube por tanto tempo, foi uma experiência magnífica. Ser parte disso e jogar em frente desses torcedores foi o meu melhor momento no futebol, de longe”, afirmou, em entrevista ao Evening Standard.

Musonda chegou ao Chelsea com 15 anos e, nesta temporada, foi adotado por um dos seus ídolos: Eden Hazard. “Eu como com Eden depois do treino todo dia e ele sempre me ajuda muito. Ele me fala para fazer academia. Eu definitivamente preciso ganhar mais músculos, é uma liga muito física”, disse. “Eu via Eden na televisão. Eu lhe disse que era meu sonho um dia jogar com ele. Aprender com ele todos esses anos, vê-lo se desenvolver como ele fez, foi uma grande inspiração para mim”.

A terceira rodada da Liga Inglesa serviu para Conte dar o primeiro jogo como titular da temporada para Hazard, retornando de lesão, e Musonda espera que a competição sirva de plataforma para que ele aumente seu total de minutos pelo Chelsea. “O treinador me disse para continuar trabalhando. Estou jogando com atletas de primeiro nível o tempo inteiro e aprendendo todo dia. Eu, pessoalmente, só quero ter impacto na equipe sempre que o técnico precisar de mim e vamos ver o que acontece. Não espero jogar todos os jogos da Copa da Liga. Eu aceito o que eu receber e estarei grato por isso. Mas não tenho medo de jogar meu futebol”, disse.