Em vários lugares do mundo, frequentar os estádios é ato de coragem. Em nenhum deles, essa coragem precisa ser maior do que no leste europeu. Os incidentes são até corriqueiros em países como a Bulgária, que nos últimos tempos teve prédio de clube depredado e até intimidação na apresentação do técnico. Na final da Copa da Bulgária, a calamidade aconteceu dentro do estádio. E, além de brigas entre ultras, até mesmo um carro de bombeiros precisou entrar em campo para apagar um incêndio.

A confusão começou depois que o Ludogorets Razgrad marcou o gol que lhe garantiu o título, na vitória por 1 a 0. A torcida do Botev Plovdiv não gostou nada disso e resolveu fazer o que? Botar fogo no estádio de Burgás, cidade na costa do Mar Negro. Objetos e sinalizadores foram atirados dentro do gramado, incendiando até mesmo uma placa de publicidade. Incêndio só apagado com a chegada do corpo de bombeiros e de interrupção de 20 minutos. Já no fim da partida, mais fogos lançados em campo. Ficou difícil só assistir ao futebol desse jeito.