O técnico Manuel Pellegrini rejeitou o rótulo de “milagre ou sonho” a classificação do Villarreal para a inédita semifinal da Liga dos Campeões, após eliminar, nesta terça-feira, a Internazionale. Sua equipe bateu a italiana por 1 a 0 no estádio El Madrigal, resultado suficiente para reverter os 2 a 1 do jogo de ida.

“[O resultado] é fruto do trabalho e da convicção, e não sonho ou milagre”, afirmou o chileno na coletiva após a partida. “Formamos um bom plantel de jogadores e lhes demos condições de jogar de igual para igual contra qualquer equipe.”

Segundo Pellegrini, seu time soube enfrentar uma grande clube como a Inter. Agora que levou o time à inédita semifinal, o técnico não faz mais previsões sobre quão longe pode ir. “Os limites estão no próximo jogo, mas ganhamos bastante experiência disputando a Intertoto e a Copa Uefa.”

“Falha de concentração”

Roberto Mancini, técnico da Internazionale, classificou como uma falha de concentração o que aconteceu com seus jogadores no lance do gol do Villarreal. “Foi isso que aconteceu, mas a verdade é que depois de um primeiro tempo bastante equilibrado, fizemos pouco para marcar”, afirmou.

“O fato é que não jogamos bem o suficiente para chegar às semifinais”, reconheceu o italiano, que evitou comentar a possibilidade de deixar o cargo ao final da temporada.