A Copa do Mundo é das seleções, é claro. Mas não dá para dissociar a paixão pelo futebol dos clubes de coração. Nada mais normal do que as manifestações frequentes. Visíveis, em camisas e bandeiras espalhadas pelos estádios, de Flamengo e Corinthians a Bangu e Juventus. No entanto, também audíveis em alguns momentos. E não é preciso nem estar no estádio para ouvir os gritos tradicionais dos clubes, a transmissão da TV é suficiente. Uma variação da monotonia do “Eu sou brasileiro” que tomou conta das arquibancadas.

LEIA MAIS: Em Fortaleza, a torcida do México fez o Brasil se sentir visitante

Não é coincidência que estes cânticos tenham sido mais marcantes nos estádios particulares. Colorados, corintianos e atleticanos gritaram em alto bom som as músicas tradicionais de seus times. Uma forma até de marcar território, diante da presença massiva nos estádios em que estão acostumados. O mesmo aconteceu com os tricolores se misturando com alemães na Fonte Nova, ou com cruzeirenses esboçando um coro no Mineirão dominado por colombianos. No Maracanã, o estádio desta Copa que mais abriga clubes, nada natural que o canto escolhido servisse para várias cores: o “Domingo, eu vou ao Maracanã”, dedicado ao Chile.

Abaixo, os vídeos desses momentos – exceção ao do Atlético-PR, que não encontramos, embora tenha sido o mais audível. Se você tiver mais sugestões, é só deixar nos comentários:

Fonte Nova

Maracanã

Itaquerão

Beira-Rio

Mineirão