Era de se esperar que o Celtic se mantivesse soberano no Campeonato Escocês depois do rebaixamento do Rangers por problemas financeiros. E, enquanto os rivais vão escrevendo sua saga nas divisões inferiores, os alviverdes cumprem as expectativas. Os Bhoys levantaram a taça do Campeonato Escocês nesta quarta-feira. O 45º título nacional do clube, terceiro consecutivo, conquistado com sete rodadas de antecedência. Uma facilidade digna do Bayern de Munique na Bundesliga, ainda que o aproveitamento do clube de Glasgow seja ligeiramente inferior – 90,3% para os escoceses, contra 95,1% dos alemães.

O Celtic precisou disputar 31 das 38 rodadas da Premier League Escocesa para colocar a faixa no peito, abrindo 26 pontos para o segundo colocado. Foram 27 vitórias, três empates e apenas uma derrota – cinco rodadas atrás, no duelo com o Aberdeen, o adversário mais tradicional na elite atualmente e que também os eliminou da Copa da Escócia nas quartas de final. A falta de concorrência na liga local deixa um objetivo óbvio ao clube: tentar aproveitar essa folga para se concentrar na Liga dos Campeões. Nesta temporada, os escoceses acabaram na lanterna de seu grupo, mas contra adversários de peso – Barcelona, Milan e Ajax.

O ataque se manteve implacável, com 79 gols marcados, 22 deles do artilheiro Kris Commons. Entretanto, o ponto forte dos Bhoys foi mesmo a defesa. O setor liderado pelo goleiro Fraser Forster só sofreu 15 gols, média inferior a um tento a cada dois jogos, além de passar 19 partidas sem buscar a bola no fundo das redes uma vez sequer. Só em três jogos a equipe dirigida por Neil Lennon sofreu dois gols, e em nenhuma três ou mais.

Com tamanha tranquilidade, era imaginável que o título fosse celebrado de forma contida, certo? Não para uma torcida fanática como a do Celtic. O jogo decisivo foi disputado fora de casa, no acanhado estádio do Partick Thistle. E depois da vitória por 5 a 1 dos alviverdes, a loucura rolou solta entre os visitantes. Dezenas de torcedores invadiram o campo, dando trabalho para as forças de segurança do local. E a festa deve continuar na próxima rodada, quando as arquibancadas do Celtic Park estarão liberadas às crianças para o jogo contra o Ross County. Se uma conquista assim, sem concorrência, já causa todo esse clamor, imagina quando o clube tiver a chance de ir à desforra contra o Rangers novamente?