Uma pausa em nossa programação para uma nota curiosa: de todas as seleções que o mundo do futebol considera terem “camisa”, a Suécia, que nesta terça bateu a Suíça para chegar às quartas da Copa pela sexta vez em sua história, é a menos badalada, a camisa mais esquecida entre todas as que têm algum peso, mas ainda assim tem uma baita camisa.

LEIA TAMBÉM: Com outra grande atuação coletiva, a Suécia retorna às quartas de final após 24 anos

Senão vejamos:

– Separemos um um grupo os times que têm mais de um título; ninguém discute nem compara essas camisas com as outras, mesmo o Uruguai quando estava em baixa;

– O segundo grupo tem as que possuem um título mundial. A França se sobressai nesse grupo, já que esteve cinco vezes entre os quatro primeiros – além de ter um vice-campeonato. Inglaterra e Espanha estão anos-luz atrás disso: a Espanha esteve entre os 4 apenas duas vezes, incluindo o seu título; e a Inglaterra também apenas uma além de 1966. A Inglaterra tem ainda mais sete participações em quartas (nove total), contra quatro da Espanha (sete total).

– O terceiro grupo é formado basicamente pela Holanda que, apesar de não ter título, tem números mais expressivos que Espanha e Inglaterra em quase todo o resto: três finais, além de um terceiro e um quarto, e de mais uma participação em quartas (seis total).

– Além das citadas acima, haveria um quarto grupo, com mais quatro seleções que têm participações em pelo menos doze Copas: México (16), Bélgica (13) Suécia e Iugoslávia (12). O México é de longe quem tem os resultados menos expressivos, tendo chegado no máximo ao sexto lugar, e apenas duas vezes (são suas duas participações em quartas, quando era anfitrião). A Bélgica também não aparece muito bem, com um quarto lugar e mais duas participações em quartas (incluindo 2018). A Iugoslávia vai um pouco melhor, com dois quartos lugares e mais três participações em quartas.

A Suécia se destaca claramente neste grupo: tem seis participações em quartas (incluindo 2018), um vice-campeonato, dois terceiros e um quarto lugar. Assim como a Holanda, se tivesse um título teria números melhores que a Espanha, e comparáveis aos da Inglaterra.

Ou seja: a décima camisa mais pesada da Copa do Mundo historicamente é a da Suécia, com números que em alguns casos se comparam favoravelmente a Espanha e Inglaterra. Você talvez não tinha pensado nisso. Nem o Vladimir Petkovic!

Suécia em Copas
Infogram