Quem nunca imaginou que era um jogador famoso durante uma pelada? O atacante sai correndo pela ponta e você prepara o lançamento, “que nem o do Pirlo.” O receptor tenta dominar que nem o Ibrahimovic. Na hora de cobrar um pênalti, três passos para trás, abre as pernas e suspira, como Cristiano Ronaldo. Faz parte do ludismo do futebol, e a Nike conseguiu captar isso da uma maneira espetacular.

>>>> TAM dá um chapéu na concorrência com comercial sobre a Copa

Em um comercial, dois garotos são os capitães dos seus times para um bate-bola e começa uma espécie de draft imaginativo. O primeiro vira o Cristiano Ronaldo, e o segundo, o Neymar. Ao longo da partida, transportada para um estádio com 50 mil torcedores, todos os jogadores transformam-se nos seus craques preferidos, de David Luiz a Aaron Ramsey, de Ibrahimovic a Rooney, de Pirlo a Hulk. Não o canhoto do Zenit. O super-herói todo verde mesmo.

Nas arquibancadas, o verdadeiro Pirlo conversa com Kobe Bryant e dois fiscais do estádio começam a discutir sobre uma possível simulação, até que um deles vira o Anderson Silva.

Vale a pena assistir a esse comercial porque ele entende o melhor do futebol: dentro de campo, qualquer um pode fingir que é o Cristiano Ronaldo.

Você também pode se interessar por:

>>>> Mais um ótimo comercial para te deixar em clima de Copa do Mundo
>>>> Bergkamp virou até carro alegórico em mais um comercial sobre a Copa