Parecia que seria difícil, mas o Brasil acabou vencendo a Coreia do Sul por um placar de 3 a 0 na semifinal da Olimpíada de Londres. O jogo foi complicado no começo, mas aos poucos, o time se acertou e, sem fazer uma grande partida, conseguiu decidir a partida. Neymar, Thiago Silva, Marcelo e Leandro Damião foram os destaques brasileiros em campo, em um jogo que a experiência e a qualidade individual acabaram tornando a partida um pouco mais fácil para o Brasil.

O Brasil levou dois sustos nos primeiros 15 minutos de partida. Em lances com boa chegada e toque de bola, os sul-coreanos deram sustos, também graças ao posicionamento equivocado da defesa e das saídas sem sentido do goleiro Gabriel. Depois, em uma bola que o Brasil pressionou a saída de bola, Leandro Damião dividiu com o goleiro e Alex Sandro teve a chance de bater por cobertura, mas chutou fraco e o zagueiro tirou quase em cima da linha.

Depois do susto inicial, o Brasil melhorou no jogo. Não criava muitas chances, mas ficava mais com a bola e trabalhava as jogadas. E, assim, impedia a Coreia de fazer seu jogo. Depois do intervalo, porém, o jogo voltou com a Coreia tentando pressionar e, em um lance de Sandro em Bokyung Kim, o juiz deixou de marcar um pênalti. Apesar disso, o Brasil tinha Neymar, que fez as duas jogadas dos dois gols no segundo tempo – ambos de Leandro Damião – e o Brasil conseguiu administrar o jogo com tranquilidade.

O jogo que vale a medalha de ouro, a grande final do torneio Olímpico, será no estádio de Wembley, no domingo, dia 11, às 13h (horário de Brasília). O jogo que vale o Bronze será no sábado, dia 10, às 15h45.

Destaque do jogo

Thiago Silva fez uma partida irretocável. Defensivamente, segurou a onda – o que nunca é uma tarefa fácil ao lado de Juan. E ainda deu grandes lançamentos, começando as jogadas que resultaram no segundo e no terceiro gol do Brasil.

Momento chave

Pressionado na saída de bola, Thiago Silva consegue clarear o jogo e fazer um lançamento longo para o ataque. E desse lançamento, sai o segundo gol do Brasil, ainda no começo do segundo tempo. Gol que deu tranquilidade para o Brasil administrar o jogo.

Os gols

38’/1T: GOL DO BRASIL! Depois de roubada de bola de Sandro, Neymar carrega a bola e toca para Oscar, que faz bela jogada pelo meio e abre para Rômulo na direita da grande área. A bola foi fraca, mas o goleiro Bumyoung Lee aceitou.

12’/2T: GOL DO BRASIL! Neymar faz a jogada pela esquerda, cruzou para o meio da área, Marcelo furou e Landro Damião, na marca do pênalti, bateu para o gol e marcou 2 a 0.

19’/2T: GOL DO BRASIL! Thiago Silva faz lançamento longo para Marcelo, que toca para Neymar fazer a jogada, trazer para o meio e tocar para Oscar. O camisa 10 tentou devolver para Neymar, a zaga desviou e Leandro Damião deu um toquinho para o gol, surpreendendo o goleiro.

Curiosidade

Em 1964, Brasil e Coreia do Sul se enfrentaram pelas Olimpíadas de Tóquio. Ainda era fase de grupos e o Brasil venceu por 4 a 0, gols de Zé Roberto, Elizeu (duas vezes) e Roberto.

Ficha técnica

Brasil 3×0 Coreia do Sul

Local: Estádio Old Trafford, em Manchester (ING)
Data: 7/ago, terça-feira
Gols: Rômulo aos 38’/1T, Leandro Damião aos 12′/2T, aos 19′/2T (Brasil)
Cartões Amarelos: Dongwon Ji (Coreia do Sul)

Brasil
Gabriel; Rafael, Thiago Silva, Juan (Bruno Uvini aos 37’/2T) e Marcelo (Hulk aos 31’/2T); Sandro e Rômulo; Oscar, Neymar e Alex Sandro; Leandro Damião (Alexandre Pato aos 33’/2T). Técnico: Mano Menezes

Coreia do Sul
Bumyoung Lee; Oh Beom-Seok, Younggwon Kim, Seokho Hwang e Sukyoung Yun; Taehee Nam, Sungyueng Ki, Jacheol Koo (Wooyoung Jung aos 14’/2T), Dongwon Ji (Sundong Baek aos 32’/2T) e Bokyung Kim; Hyunsung Kim (Chuyoung Park aos 26’/2T). Técnico: Hong Myung Bo