Houve várias novidades no time titular da seleção italiana para o amistoso desta segunda-feira, na Suíça, contra a Arábia Saudita, o único dos dois times que estará na Rússia para a Copa do Mundo. A principal estava no banco de reservas. Roberto Mancini assumiu o cargo vago por Giampiero Ventura e estreou com vitória por 2 a 1, gols de Mario Balotelli e Andrea Belotti, em uma partida que deveria ter sido um pouco mais fácil. 

LEIA MAIS: Ventura afirma que tentou renunciar antes da eliminação da Itália: “Eu não teria ido à Copa”

Foi o primeiro jogo de Balotelli desde a Copa do Mundo de 2014. Aos 21 minutos, o atacante do Nice limpou para a perna direita e soltou um bom chute de fora da área para abrir o placar. Belotti, que entrou no jogar de Super Mario, ampliou no segundo tempo. A Arábia Saudita descontou com Yahya Al Shehri, que aproveitou um vacilo de Zappacosta, e deu um calor nos minutos finais. Al Muwallad, em outro erro da defesa, desta vez de Criscito, exigiu uma linda defesa de Donnarumma.

Foi uma partida para vários testes de Mancini. Matteo Politano, do Sassuolo, estreou pela seleção, formando a dupla de pontas com Insigne. Lorenzo Pellegrini fez seu quarto jogo no meio-campo, setor em que Jorginho realizou seu quarto jogo seguido como titular. Alessio Romagnoli, do Milan, defendeu a Itália pela primeira vez desde amistoso contra a Holanda, em março de 2017. 

Outros jogadores. como Giacomo Bonaventura, Bryan Cristante, Federico Chiesa e Simone Verdi, entraram no segundo tempo para serem observados pelo novo treinador, que estreou vencendo, como Mancini queria, para ajudar a Itália, 20ª colocada no ranking da Fifa, a subir na lista e garantir sorteios mais tranquilos para as Eliminatórias das próximas competições internacionais.