Um clube que conquistou seu título mais importante – a Copa da Inglaterra – no século retrasado. Isso mesmo! No século XIX, precisamente em 1894. Um time que ao longo da sua história já figurou em todas as quatro divisões profissionais do futebol inglês. Com uma história longa em anos, mas curta em títulos, esta seria mais uma entre tantas agremiações modestas do futebol inglês.

Seria, se o clube em questão não fosse o Notts County, o time de futebol mais antigo do mundo. A agremiação surgiu em 1862 e foi um dos 12 membros fundadores da Liga de Futebol Inglesa, nascida em 1888. Trata-se de um senhor de idade de 143 anos que alternou muitos altos e baixos em sua longa trajetória.

Destaque no século XIX

De 1864 até o ano da criação da liga de futebol, o Notts organizava amistosos com outros clubes da Inglaterra e Escócia para se manter na ativa. Na primeira metade da década de 1880, o time era um dos melhores da Inglaterra. Sua primeira participação na FA Cup aconteceu em 1877. Seis anos depois, chegou à semifinal da competição, fato que se repetiu no ano seguinte.

Na temporada de 1890/1, o clube ficou em terceiro lugar na primeira divisão, sua melhor colocação na história, e chegou à final da Copa da Inglaterra. Porém, o County foi derrotado pelo Blackburn por 3 a 1. A conquista da FA Cup chegaria dois anos depois, quando os Magpies (apelido do clube) golearam o Bolton por 4 a 1, tornando-se o primeiro clube de fora da primeira divisão a conquistar o título da competição.

Na temporada de 1896/7, o clube foi campeão da segunda divisão e promovido para a primeira. Em 1900, repetiu pela segunda e última vez a melhor campanha da história do clube: o terceiro lugar.

Tempos difíceis

Em 1910, o Notts County mudou-se para o estádio Meadow Lane, onde permanece até os dias de hoje. Essa talvez seja a melhor notícia do clube nesse período, já que, nos anos seguintes, o Notts alternou bons e maus momentos, ora caindo para a segunda divisão, ora voltando, até que em 1935 caiu pela primeira vez para a terceira divisão.

De 1939 a 1946, os jogos do Campeonato Inglês foram suspensos por causa da Segunda Guerra Mundial. Para continuar na ativa, os Magpies disputavam partidas regionais e competições com clubes convidados. Em uma dessas partidas, na noite de 8 de maio de 1941, uma bomba danificou parte do gramado do estádio Meadow Lane, e o campo foi fechado.

Mas a década de 40 não reservou apenas maus momentos. Em novembro de 1947, chegava a Meadow Lane o jogador mais famoso do Notts Cotuny: o Inglês Tommy Lawton. A ‘era Lawton’ contou com outros grandes jogadores, como Jackie Sewell e Tommy Deans e foi uma das melhores da história do clube. Contudo, os tempos difíceis para o Notts County não acabaram com o fim da Segunda Guerra Mundial: os Magpies caíram para a quarta divisão na metade da década de 1950.

Renascimento e queda – uma sina

Depois de chegar ao fundo do poço, o Notts County reagiu: a entrada dos anos 70 marcou o começo de um período de ascensão. Sob o comando de Jimmy Sirrel, os Magpies subiram para a terceira divisão em 1971 e, dois anos depois, alcançavam a Segundona. Em 1981, conquistaram o acesso à primeira divisão, depois de um jogo histórico contra o Chelsea. Jogadores como Dave Needham, Brian Stubbs, Tony Hately, Kevin Randall e Arthur Mann eram a espinha dorsal do time e marcaram época.

Porém, os altos gastos e a saída de Jimmy Sirrel ocasionaram os rebaixamentos sucessivos do Notts County em 1984 e 1985. Com isso, o clube passou por um dos períodos mais difíceis da sua história. Em 1986, o County acumulou uma dívida de 2 milhões de libras e só foi não foi fechado devido à ajuda dos torcedores e de admiradores do clube.

Uma nova época na longa história do Notts começou em 1987, quando Derek Pavis, um empresário local, assumiu a presidência. A reestruturação começou de imediato, mas o acesso para a segunda divisão só aconteceria em 1990, na final da repescagem contra o Tranmere. A partida foi histórica para o Notts: foi a primeira vez que o clube jogou no estádio de Wembley.

No ano seguinte, novo acesso, e o clube voltava à primeira divisão. O Notts conseguiu se manter na elite até 1995. Dois anos depois, os Magpeis caíam novamente para a terceira divisão.

Mas quando tudo parecia perdido, mais uma vez o Notts ressurgiu: a temporada de 1997/8 foi única para o clube. Além de se tornar o campeão da divisão, o time tornou-se o primeiro a completar 4 mil jogos na liga inglesa. No entanto, o County assumiu novamente sua faceta de sofredor e voltou a cair para a terceira divisão, onde se encontra até hoje. Atualmente, o técnico Gudjon Thordaarson tenta reerguer o clube para um dia, quem sabe, ele disputar a Premier League pela primeira vez e enfrentar um prazeroso paradoxo: o de o clube mais velho do mundo tornar-se o caçula da elite do futebol da Inglaterra.