Garoto joga bola na Suazilânida. Tem alegria mais sincera que a dele? (AP Photo/Schalk van Zuydam)

A nova Trivela está nascendo. Seja bem-vindo, e sinta-se em casa

Foi uma longa gestação. Não guardamos um histórico dos exames de ultrassons para saber exatamente quanto tempo demorou essa, mas, da ideia inicial ao resultado final que vocês estão vendo agora, foram muito mais que os 9 meses que levam para um bebê se formar. Mas valeu a pena.

O visual diferente não é apenas um banho de loja para ficar mais bonitinho. É o encerramento de um longo processo de redefinição da Trivela. Mudamos nosso estilo de cobrir o futebol. Passamos a priorizar posts mais analíticos, reportagens e curiosidades/bizarrices, deixando de lado a notícia pura. Também abraçamos com mais vigor o futebol brasileiro, deixando de ser apenas um espaço para o que rola no resto do mundo.

O crescimento de audiência nos últimos três meses mostra que vocês, leitores, entenderam e gostaram da novidade. Pois agora é o passo final. Cada matéria terá uma visualização melhor na linha do tempo. O menu está mais dinâmico, permitindo uma navegação mais direta ao conteúdo que você procura. As tradicionais colunas voltam a ter destaque (sim, nós anotamos cada um dos e-mails clamando por maior espaço às colunas). Seções foram criadas (fique atento!).

Ah, e desenvolvemos novas formas de interação. Há um campo para você nos enviar diretamente qualquer ideia ou sugestão sobre o site. Teremos um podcast. E o espaço de comentários foi aprimorado. Deixamos de lado o Facebook – que até reduziu os trolls, mas excluía quem não tinha perfil por lá – para adotar um sistema diferente, que permite uma moderação mais eficiente e ainda promove o debate entre a comunidade de leitores (sim, a missão de comentários é essa, e não servir de palanque para que se escreva qualquer coisa, mesmo que sejam agressões aos outros).

Bem, é isso. Alguns ajustes ainda devem acontecer, e pedimos paciência nesse momento. Mas esperamos que vocês curtam essa nova Trivela.