Um dos times mais marcantes da Copa do Mundo de 1995 foi a Bulgária, comandada por jogadores de destaque como Hristo Stoichkov e Yordan Letchkov. Os búlgaros já tinham surpreendido nas Eliminatórias, tirando a França da Copa. No Mundial dos Estados Unidos, as coisas foram ainda melhores. E no dia 10 de julho de 1994, a Bulgária tem um dos seus jogos mais importantes da história das Copas: derrotou a então campeã mundial Alemanha, nas quartas de final, e chegou a uma inédita semifinal.

LEIA TAMBÉM: As Copas em 8 de julho: Entre tantos grandes nomes, Matthäus consagrou o tri da Alemanha

A Alemanha era presença constante nas finais de Copa desde 1982. Na Espanha, decidiu a taça com a Itália e perdeu; em 1986, fez a final com a Argentina e foi derrotada pelo time de Maradona; em 1990, novamente diante da Argentina de Maradona, venceu na Itália. Em 1994, o time chegou como detentora do título e fazia uma campanha regular. Venceram a Bolívia, empataram com a Espanha e venceram a Coreia do Sul na primeira fase. Nada espetacular. Nas oitavas de final, tinha superado a Bélgica por 3 a 2.

A Alemanha ainda tinha alguns jogadores de destaque que tinham sido campeões do mundo, como o capitão Lothar Matthäus e o atacante Jürgen Klinsmann. Em Nova York, no estádio dos Giants, Lotthar Mattäus marcou 1 a 0 de pênalti no início do segundo tempo. O que parecia dar o rumo natural das coisas ao jogo. Os alemães, fortes como sempre, encaminhavam a passagem às semifinais de mais uma Copa.

A Bulgária, porém, conseguiu algo incrível. Em três minutos, viraram o jogo de maneira avassaladora. Stoichkov tinha cobrado falta para longe do gol quando o time já perdia. Aos 30 minutos, o camisa 8 da Bulgária e principal estrela cobrou com uma categoria imensa e marcou, empatando por 1 a 1 o jogo. Logo depois, aos 33 minutos, Letchkov, de cabeça, marcou 2 a 1 para os búlgaros e surpreendeu os alemães.

Depois, claro, os alemães tentaram tudo que puderam, mas acabaram sendo eliminados, mesmo pressionando muito nos últimos minutos. A poderosa Alemanha ficaria fora das finais pela primeira vez desde 1978. E a Bulgária tinha um capítulo para entrar para a sua história.

https://youtu.be/wPktcEmkBsA