O Benevento passou o primeiro turno da Serie A quebrando recordes. Foram 14 derrotas consecutivas nas 14 primeiras rodadas, até o empate heroico contra o Milan – com o inesquecível gol do arqueiro Alberto Brignoli. Depois disso, os novatos perderam mais três, mas terminaram o primeiro turno comemorando, ao finalmente vencerem uma, superando o Chievo. Já o sábado foi de mais comemoração no Estádio Ciro Vigorito. De virada, os lanternas derrotaram por 3 a 2 a Sampdoria. Resultado arrancado já nos minutos finais, e com o brilho do rodado Massimo Coda.

Tudo parecia sob controle da Samp, com Gianluca Caprari deixando os visitantes em vantagem ao final do primeiro tempo. No entanto, o Benevento reagiria na etapa complementar. Coda empatou aos 24, num bonito tento, pedalando para cima do defensor e soltando a bomba de canhota na gaveta. Já aos 39, saiu a virada em uma cobrança de falta do camisa 11. E ele ainda daria a assistência para o terceiro, de Enrico Brignola, nos acréscimos. Por fim, Dawid Kownacki descontaria aos blucerchiati.

Enquanto a Samp breca na sexta colocação, permitindo a aproximação de outros times, o Benevento vê uma luz no fim do túnel. Não, o time não saiu da lanterna da Serie A. Ainda assim, com sete pontos, já fez quase metade do que precisa para sair da zona de rebaixamento – os 15 pontos, de Spal e Crotone. Considerando o embalo recente, dá para se animar um pouco.