O cartão amarelo serve para se advertir um atleta durante o jogo, correto? Mas seu uso pode ser bem mais amplo que esse. O árbitro Carlos Maglio inovou durante partida ‘amistosa’ entre os rivais Gimnasia e Estudiantes, na pré-temporada argentina. Irritado com a violência entre as duas equipes, o juiz resolveu dispensar o amarelo. Entregou-o ao quarto árbitro, mandando a mensagem para os 22 jogadores que só usaria o vermelho a partir de então.

“Regulamentariamente, se pode apitar sem o cartão amarelo. Assim, fica mais claro para todo mundo que o amarelo não será mais usado”, explicou Maglio, ao apito final. Quem sentiu na pele a medida foi Israel Damonte, do Estudiantes, que recebeu o vermelho direto aos 39 minutos do segundo tempo. Se a moda pega, seria bem capaz que algumas partidas nem terminassem por falta de jogadores.