O Bristol City já eliminou três equipes da Premier League na sua trajetória à semifinal da Copa da Liga Inglesa. O Stoke City ficou para trás. O Crystal Palace foi goleado. E o Manchester United, despachado. Quase que também apronta para cima do Manchester City, nas semifinais da competição, mas um gol de Sergio Agüero, nos minutos finais, decretou a vitória da equipe de Guardiola por 2 a 1, na partida de ida, no Etihad Stadium.

LEIA MAIS: Gündogan tirou o coelho da cartola e comandou a reação do City para avançar na FA Cup

O quarto colocado da Championship está aproveitando cada minuto da sua primeira campanha de semifinal de copa inglesa desde 1989, quando foi derrotado pelo Nottingham Forest de Brian Clough, também na Copa da Liga, apenas nos acréscimos. Fechou-se com competência, deu mais trabalho ao City do que muitos times da Premier League e aproveitou um tarde pavorosa de Mangala para levar perigo ao goleiro Claudio Bravo.

Apesar da maratona de jogos de fim de ano, Guardiola enviou a campo uma equipe recheada. De Bruyne, Sané, Sterling e Stones foram titulares, com as companhias qualificadas de Yaya Touré, Gündogan e Bernardo Silva. Danilo começou na lateral direita e o jovem Zinchenko na esquerda. Sterling, marcando mais gols do que nunca em sua vida, atuou mais centralizado. A primeira grande chance foi com De Bruyne, bem defendida por Frank Fielding.

Mesmo com espaço para contra-atacar no primeiro tempo, o City tomou muitas decisões erradas na construção das jogadas e não conseguiu criar tanto assim. E, aos 43 minutos, Stones cometeu pênalti em Bobby Reid, que converteu a infração para abrir o placar. Antes do intervalo, Sterling tentou encobrir Fielding e, de cabeça, Aden Flint cortou em cima da linha.

Em um dos últimos contra-ataques antes de o jogo se tornar ataque contra defesa, Sterling disparou pela esquerda e tinha De Bruyne por dentro, mas, cheio de confiança, preferiu chutar e desperdiçou uma boa oportunidade. Aos 10 minutos da etapa final, redimiu-se: recebeu do belga e devolveu na medida para o camisa 17 empatar. Agüero entrou no lugar de Touré, a 20 minutos do fim, e a pressão do City começou a ficar cada vez maior.

Os homens de azul ficaram com a bola, cercando a área do Bristol City, tocando de um lado para o outro, e encararam uma defesa muito bem fechada. Poucas chances claras foram criadas. Apenas aos 47 minutos, Bernardo Silva cruzou fechado e Fielding vacilou. Saiu em falso para socar a bola e foi surpreendido pela casquinha de cabeça de Agüero, que desviou para as redes e fechou a vitória suada do Manchester City. O jogo de volta será em 23 de janeiro.