Imagens desfocadas de uma partida de Libertadores foram suficientes para assustar todo mundo. A transmissão da Fox Sports da vitória do The Strongest por 2 a 0 sobre o Defensor, em La Paz, mostrou um vulto correndo pelas arquibandas, atravessando a grade e a torcida do time da casa. Imediatamente, criou-se a lenda do fantasma do Hernando Siles, nome do estádio que foi palco da partida.

>>>> Correa, prodígio crismado pelo Papa, foi demônio ao Grêmio e anjo ao San Lorenzo

A cena de filme de terror ganha mais força porque o estádio foi construído em um terreno que costumava abrigar um cemitério. Mas imagino que vocês já suspeitassem que aquilo não é realmente um fantasma, certo?

Parecia a sombra de um pássaro muito grande ou algum holograma, mas a emissora de televisão boliviana Red Pat investigou e descobriu que era apenas um torcedor espertinho, que aproveitou a abertura dos portões, aos 46 minutos do segundo tempo, para assistir aos últimos instantes da partida. E por isso saiu correndo que nem um desesperado.

A tal da “grade” que ele atravessa, na verdade, não separa os dois setores da torcida: são as escadas. E depois o apressadinho se mistura com a torcida e desaparece. O que deixa as imagens estranhas é que os outros torcedores, preocupados demais com a partida, não dão atenção para o pobre jovem atrasado.

Ainda bem que isso ficou claro porque aqui na Trivela não acreditamos em fantasmas.

Mas que eles existem, claro que existem.

>>>> O Cruz Azul quebrou sua própria maldição. Agora, terá que superar a zica do México no Mundial