O Gol de Ouro era, talvez, a regra mais maluca do futebol. Ainda que isso não acontecesse na prática na maioria das vezes, com equipes cautelosas demais, era a chance de decidir uma classificação em um lance fortuito, nem sempre condizente com tudo o que havia acontecido ao longo da partida. A Fifa extinguiu a medida há nove anos, mas ela segue sendo praticada em alguns lugares. E causando fortes emoções.

Um desses cantos ainda adeptos do ‘Golden Goal’ é a NCAA, o campeonato universitário americano. E um dos finalistas da Division III foi decidido graças a ele, em lance maluco. Rutgers-Camdem e Loras empatavam por 2 a 2 desde o fim do tempo regulamentar. Quando uma falta despretensiosa no campo de defesa decidiu a classificação. Keegan Balle mandou o chutão para a área e, com a colaboração do goleiro, marcou um gol histórico. Confira: