Nesta quinta-feira, La Liga teve o gol mais rápido de sua história, segundo o sempre atento @2010MisterChip. E, diante de um recorde desses, o que se espera? Um chutaço do meio de campo, uma arrancada fulminante, uma troca de passes alucinante. Não, você não verá nada disso no tento de Seydou Keita, do Valencia, que precisou de 7,6 segundos do pontapé inicial à bola ultrapassando alinha. Porque, afinal, a culpa toda é do Almería.

A saída de bola era o do time da casa. Os jogadores do Almería foram recuando, recuando… E só Keita acreditou na jogada. No passe para o goleiro, o meio-campista do Valencia foi mais esperto. Estava feita a história. Pelo menos no placar final, os anfitriões conseguiram refazer um pouco o seu moral, buscando o empate por 2 a 2. Mas a incompetência ficará registrada por um bom tempo, até que alguém consiga ser mais ligeiro que Keita.

O recordista anterior era Joseba Llorente, pelo Valladolid, em 2008. Um gol bem mais bonito: