O Benfica conseguiu uma vitória sofrida contra o Portimonense por 2 a 1 nesta sexta graças a uma combinação de um golaço (que tem uma dose de sorte) e do VAR, o assistente de vídeo. Isso porque os encarnados não tiveram uma boa atuação e saíram com a vitória depois que o árbitro anulou o que seria o gol de empate por 2 a 2 do Portimonense graças ao recurso de vídeo.

LEIA TAMBÉM: VAR diminui erros e expõe baixo nível da arbitragem portuguesa

Antes de tudo, o Portimonense foi um time esforçado e competente na marcação. O time limitou as oportunidades dadas ao Benfica, que, sem criatividade, teve dificuldades em se impor. Depois do empate por 0 a 0 no primeiro tempo, o Portimonense ainda saiu em vantagem graças a um gol do brasileiro Fabrício, aos 11 minutos. Jonas empatou, de pênalti, aos 15. Mas o jogo estava complicado.

O técnico Rui Vitória já tinha levado a campo Eduardo Salvio, Filipe Augusto e Raúl Jimenez tentando o gol da virada – Gabigol, que estava relacionado e disponível no banco, acabou não estreando. Mas ele veio de uma forma que técnico nenhum pode planejar. O lateral direito André Almeida, em um chute improvável do lado direito em um chute que não se sabe se ele tentou cruzar ou chutar, acertou o ângulo. Um chute que, como aquele famoso de Ronaldinho em 2002, ficará a dúvida. O que não há dúvida é que foi um golaço.

Só que o Portimonense não estava morto, muito pelo contrário. E veio o empate. Manafá cruzou para Fabrício, que apareceu novamente para marcar o gol do 2 a 2. Depois da comemoração dos jogadores e de todo mundo se alinhar para reiniciar a partida, o árbitro de vídeo apontou impedimento de Manafá no lance. Gol anulado.

O Benfica se salvou com o auxílio da arbitragem eletrônica. O Portimonense fez o suficiente para causar uma surpresa no estádio da Luz, mas os encarnados é que saíram com os três pontos em um jogo que não atuaram bem e nem pareceram merecer tanto o triunfo. Os três pontos estão na conta e, com 13 pontos, o time não deixou o Sporting muito distante. Os Leões também venceram nesta sexta e chegaram a 15 pontos em cinco jogos, com 100% de aproveitamento.

Veja o golaço de André Almeida: