Que rufem os tambores e, claro, que soem as cornetas! A Bundesliga 2015/16 tem o seu pontapé inicial nesta sexta. E você, que esperou muito para falar mal dos times e dos jogadores, terá o seu momento. Afinal, tão legal quanto torcer é cornetar. O Alemãozão pode ser fantástico em diversos aspectos (o alto nível técnico, a boa média de gols, a ótima média de público), mas também não é feito só de maravilhas.

>>> Dez histórias para acompanhar de perto no Campeonato Alemão 2015/16
>>> A Bundesliga está de volta, e com dois clipes espetaculares
>>> Onze contratações para ficar de olho na nova temporada da Bundesliga

Durante os últimos três anos, a monotonia que o Bayern impôs já enche a paciência. Dos adversários e da própria torcida do Bayern, que não se contenta com isso. Ao mesmo tempo, os outros torcedores também se roem nas esperanças de reviverem as glórias que quase nunca se repetem. E é neste momento que a corneta se torna ainda mais intensa. Afinal, quem melhor do que os próprios torcedores para avaliar as chances de cada time? É exatamente isso que o Guia Coneteiro apresenta: o desejo mais ranzinza de ver o melhor do próprio clube.

Conseguimos extrair doses de pessimismo de torcedores de 16 dos 18 clubes da primeira divisão. Todos brasileiros, que acompanham a liga e simpatizam com as equipes. Ah, e se você acompanha Augsburg ou Hertha Berlim e ficou na bronca de não ver o seu time, não tem problema. Quer cornetar também? A gente inclui a sua insatisfação, é só entrar em contato no @leandro_stein. Abaixo, as 18 prévias:

Bayer Leverkusen

Calhanoglou comemora o seu gol contra o Atlético de Madrid

Aldir Sales Gomes, estudante de jornalismo e torcedor do Leverkusen

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Essa resposta não é tão difícil de dar quando seu time sempre é uma esperança no início da temporada e nunca ganhou um título do Campeonato Alemão. Primeiramente, não vai ganhar por ter um time de outra galáxia disputando a Bundesliga, que é o Bayern. Segundo, o Leverkusen é o Leverkusen. Dizem que camisa pesa no futebol. Nesse caso, não é diferente. Infelizmente.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Depois de tantas decepções, já nem sinto tanto medo assim. Mas seria péssimo se o Leverkusen deixasse escapar a vaga na Champions League. Para as pretensões futuras do clube e financeiramente, é muito importante estar na Liga dos Campeões. Sem contar que sempre jogar com os melhores clubes da Europa, a longo prazo, pode ajudar a tirar esse estigma de perdedor que o Bayer construiu e elevar a autoestima. Não que o Leverkusen vá ganhar, mas é um ótimo intercâmbio.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Meu filho, segura na mão de Deus e vai na fé!

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

O Kiessling é artilheiro, mas é peladeiro também. Provavelmente não faria mais gols que ele, mas certamente ficaria em menos impedimentos. Até por eu ser um jogador imóvel em campo. Sempre no banco de reservas.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que vai ganhar do Bayern?

Apesar de toda a depressão que envolve torcer para o Leverkusen, jogar contra o Bayern tem sido um dos raros momentos de confiança e esperança. Nos últimos anos, o Bayer fez sempre jogos duros contra o time de Munique e, na temporada passada, vencemos por 2 a 0 e carimbamos a faixa de campeão. Jogar e ganhar do Bayern é um troféu à parte no campeonato.

Bayern de Munique

Bayern-Festa-1

Bruno Secco, estudante de jornalismo e blogueiro do Bayern no ESPN FC

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Porque Guardiola, infelizmente, repudia fazer o básico. Inventa muito, coloca jogadores fora de suas respectivas posições – onde nelas os caras são um dos melhores do mundo -, e, com isso, acaba quebrando o rendimento do time. Nos últimos dois anos, mesmo com tantas maluquices do treinador, o Bayern ainda conseguiu nadar de braçada na Bundesliga, mas nessa temporada tem tudo para ser diferente. Agora há quem possa fazer frente ao clube (Dortmund e principalmente o Wolfsburg, que está ainda melhor). Quem pensa que esse título já está garantido se ilude.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Mesmo com um Wolfsburg forte, ainda tenho mais medo das lesões. Temo que Guardiola comece a inventar de escalar jogadores fora da posição, exija que deem a vida na nova função e eles acabem parando no Departamento Médico, como foi na última temporada. Para vocês terem noção, em outubro do ano passado eram 12 atletas no DM. Mais do que um time de molho. Isso, além de prejudicar o clube na Bundesliga, poderá também ser fatal na Champions, a prioridade nesta temporada que – teoricamente – é a última dele no clube.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Cara, faz o básico. Douglas Costa no lugar do Ribery, Lahm na lateral-direita, Alaba na esquerda e uma volância com Thiago e Vidal. Deixa essa vontade de querer impor ainda mais sua filosofia de lado, você já conseguiu deixar sua marca quando ‘espanholizou’ o vestiário do clube. Se realmente for sair ao término da temporada, tente fazer com que isso ao menos ocorra da melhor forma possível.

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Tenho certeza absoluta que pego mais que o destrambelhado do Starke. Com facilidade me daria bem como terceiro goleiro do time (também só seria por aí mesmo, porque na linha é sem condições).

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Augsburg?

Porque é impossível já estar com o título garantido no dia 13 de fevereiro e, quando o Bayern joga sério, pelo menos na teoria, é um pouquinho melhor do que eles (risos)

Borussia Dortmund

reus1

Walter Paneque, estudante de Gestão Pública e blogueiro do Dortmund no ESPN FC

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Tá de sacanagem? Na última Bundesliga o Borussia Dortmund quase matou metade da torcida do coração e a outra metade de desgosto. Não fazer um bom campeonato seria uma tragédia muito grande por causa do conjunto da obra, então prefiro nem cogitar essa possibilidade. Mas vamos combinar aqui se, por um acaso, um acidente, obra divina, isso acontecer, é porque Tuchel não conseguiu dar um jeito no time a tempo.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Depois do aconteceu na temporada passada, eu acho que tirando a possibilidade de uma nave extraterrestre aparecer no meio do clássico contra o Schalke em Gelsenkirchen e abduzir o Mkhitaryan, nada mais assusta. Os torcedores do Dortmund estão vacinados contra tudo (menos se o Mkhitaryan for abduzido, isso aí já seria demais).

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Coragem, Thomas Tuchel! O time do Klopp já não fazia muito. Escala quem você quiser. Deixa os velhos conhecidos da torcida pra depois. Joga sem medo. Como Borussia!

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time?

Claro que sim. Adrián Ramos. Simplesmente porque qualquer um consegue ser melhor que o colombiano, que não é nada mais que aquele rapaz boa praça que ninguém teve coragem ainda de mandar embora.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que vai ganhar do Bayern?

Pra isso acontecer é muito simples: é só o Guardiola aproveitar os jogos contra o Dortmund pra testar as formações táticas mais bisonhas que puder imaginar. Mas eles não podem usar o Vidal, porque ele bate demais e aí não sobra nenhum jogador do Dortmund pra contar história.

Borussia Mönchengladbach

Raffael comemora gol contra o Dortmund

Luís Francisco Prates, estudante de jornalismo e dono do Borussia Mönchengladbach Brasil

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

O Gladbach perdeu Max Kruse, um dos jogadores mais dinâmicos do elenco, para um grande concorrente na Bundesliga, o Wolfsburg. E trouxe pro lugar dele o Drmic, que não era muito querido pela torcida do Leverkusen. Ele tá com muita cara de que vai ser o novo Luuk de Jong, hein, sei não… Outros dois jogadores importantes também saíram: Daems, zagueiro que estava no clube há 10 anos e era muito identificado com a torcida, e o campeão mundial Kramer, que voltou pro Leverkusen, outro concorrente nosso. O lado bom da saída do volante é que não corremos mais o risco de perder pro Dortmund com gol contra do meio de campo. Além da Bundesliga, também jogaremos a Champions League. É preciso estar muito concentrado pra competição continental, e esse foco pode atrapalhar o time na Bundesliga.

– Qual seu maior medo no campeonato?

A temporada passada do Borussia foi ótima. Agora o time jogará a Champions, um desafio e tanto! Meu maior medo é no sentido de como a equipe se portará numa competição de grande porte; e em como irá conciliá-la com a Bundesliga, um campeonato igualmente difícil. Acredito que o clube deveria se reforçar com jogadores que tenham mais cacife para panoramas assim – em todos os setores, de preferência. Este ano caímos para o Sevilla na Europa League, mesmo tendo se fechado bem na ida e jogado melhor na volta, justamente por isso. É a mesma coisa que estudar para uma prova de vestibular sem o auxílio das provas anteriores. Mas preferiram manter a base. Estou receoso. E, ao mesmo tempo, ansioso para os novos desafios que teremos nesta temporada.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

“Favre, nem tenho palavras para te agradecer pelo teu grande trabalho no Borussia. Espero que o senhor continue fazendo muito mais por esse gigante que estava adormecido e aos poucos está se reerguendo. Tás até merecendo um contrato vitalício, visse? Afinal, ser comparado ao mito Hennes Weisweisler é um privilégio para poucos. Mas tu não larga tuas improvisações loucas nem a pau, hein, cabra véi?”

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time?

Sim. Álvaro Domínguez. Eu não sou capaz de fazer 2 pênaltis em 40 segundos. E olha que sou caneleiro!

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que vai ganhar do Bayern?

Na temporada passada fomos os únicos DA EUROPA a não tomar gol do Bayern de Munique. Está longe de ser pouca coisa, na moral. Antes da nossa vitória na Allianz Arena, Favre botou a cara a tapa ao falar que sabia como ganhar do Bayern. E se garantiu. Raffael fez 2 gols naquele jogo e foi o artilheiro do time na Bundesliga – marcou 12. Mas pra Dunga vale mais jogar no futebol chinês ou árabe, né? Fazer o quê…

Colônia

ujah

Marcos Passarella, tradutor e torcedor do Colônia

– Por que seu time não fará um bom campeonato alemão?

A temporada passada terminamos na 12ª colocação e com a quinta melhor defesa. Repetir a campanha será difícil, pois além de perdermos Wimmer na zaga, teremos que passar pela “síndrome da segunda temporada”. Depois que decidimos virar o ioiô da Bundesliga, sobrevivemos além da segunda temporada em apenas duas ocasiões.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Rebaixamento (claro), Leverkusen e Mönchengladbach repetirem as boas campanhas da temporada passada, além de um possível acesso do Fortuna Düsseldorf.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Eu daria os parabéns; para a diretoria, mandaria um recado: “Isto é o Colônia, senhores. É hora de sermos protagonistas novamente.”

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que vai ganhar do Bayern?

Nosso retrospecto contra eles não é tão ruim, apesar da nossa melhor fase ter sido há mais de 25 anos… Bem, eu posso sonhar, não posso?

Darmstadt

darm

Gustavo de Carlis Miranda, estudante de engenharia e torcedor/morador do Darmstadt

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

O raio já caiu duas vezes seguidas no Böllenfalltor, mas três é pedir demais. A capacidade de superação e o bom preparo físico mostrados pelo time na 2. Bundesliga serão muito pouco perto dos elencos estelares e infraestrutura de primeira linha dos clubes com destaque internacional.  As contratações seguiram a mesma linha dos últimos anos: jogadores razoáveis, mas nenhum destaque individual, e dois terços do trio de zaga que segurou tudo em 2014/15 foram vendidos. No ataque, Stroh-Engel e Sailer têm mais carisma do que faro de gol, e Rosenthal ainda não mostrou a que veio. Além disso, o time ainda tem um certo nervosismo, como na penúltima rodada do ano passado, quando poderiam garantir o acesso e impedir o título antecipado do Ingolstadt, mas pipocaram contra o Greuther Fürth. Na pré-temporada, perderam de virada do Erfurt com estádio lotado na apresentação do elenco. Quando o time é pressionado a vencer (como numa eventual luta contra o rebaixamento), surgem problemas.

– Qual seu maior medo no campeonato?

O rebaixamento, em si, não seria algo trágico. Meu medo é de uma campanha vexatória, ou pior, de uma temporada que abra um rombo nos cofres do clube e prejudique a competitividade em 2016/17 se o rebaixamento se concretizar. É mais fácil cair duas vezes do que subir duas vezes.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Cara, obrigado por tudo: subir duas vezes com esse time exige mais talento que ganhar todo ano com o Bayern. Mas, mesmo com a imprensa já te chamando de novo Klopp, fique no clube até o fim dessa temporada.

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Quando eu chuto uma bola, só falta ela ir pra trás, então não dá pra dizer que eu seria melhor que algum dos jogadores. Mas a fase do Stroh-Engel na última temporada foi tenebrosa, e olha que eu torço pra um time que já teve Jorge Preá, Adriano Michael Jackson e Betinho como esperanças no ataque. Como um centroavante esquece como virar e chutar para o gol?

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Eu duvido que Neuer, Müller, Robben e companhia já tenham sido obrigados a lavar o pé com água gelada na pia (de limpeza questionável) de algum vestiário. Jogar no Böllenfalltor requer uma renúncia aos mimos do futebol moderno em que o Bayern tanto se destaca, e o time não saberá lidar com isso. Sem conseguir relaxar no vestiário durante o intervalo, os bávaros voltarão para o segundo tempo ainda mais abalados e se renderão à barba artilheira de Sailer.

Eintracht Frankfurt

meier

Luiz Fernando Costa e Silva, empresário e torcedor do Eintracht Frankfurt

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

O Eintracht Frankfurt é o time mais solidário da Bundesliga. Ele gosta de ser “ o cara bacana da liga”. Se seu time estiver na zona da degola, ou anda em má fase, nada melhor do que um confronto com o Frankfurt para ele poder respirar mais aliviado. Na temporada passada foram 11 vitórias, 10 empates e 13 derrotas. Mas nada de perder para Schalke 04, Bayer Leverkusen, Borussia Dortmund e Gladbach. O que vale é derrota para Colônia, Paderborn, Stuttgart  e Freiburg.  Perdemos nosso goleiro Kevin Trapp para o PSG, o resto da equipe é a mesma do ano passado, ou seja, mais um ano para sofrer com as águias.

– Qual seu maior medo no campeonato?

O Eintracht Frankfurt gosta de flertar com o perigo. Tirando a temporada 2012/13 quando voltou para a Bundesliga e conseguiu a façanha de conquistar uma vaguinha para a Liga Europa, as duas últimas temporadas foram de briga contra a degola. Esse ano não vai ser diferente.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

“Que tal ser mais ousado?”. Na temporada passada, o Frankfurt saiu vencendo nove jogos e acabou cedendo o empate ou sofrendo a derrota. Tudo devido ao enorme medo do técnico de sair vitorioso de campo.

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Absolutamente certo de que teria vaga na equipe. A linha de defesa do Frankfurt é chefiada por Carlos Zambrano, peruano, jogador com síndrome de lutador de MMA. Sério, acho que seu sonho era estar em um octógono. Zambrano conseguiu a façanha de (quando estava em campo, pois vivia suspenso) receber cartão amarelo em quase todos os jogos da temporada passada.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Porque sou brasileiro e não desisto nunca!

Hamburgo

Germany Soccer Bundesliga

Bruna Saltiel Petro, jornalista do Alemanha Futebol Clube e torcedora do Hamburgo

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

A esperança é a última que morre, mas faz alguns anos que ela já está com um pé na cova. Após lutar até o último segundo (literalmente) contra o rebaixamento, na temporada passada, pensei que o time voltaria com um gás novo, cheio de motivação, mas o Hamburgo conseguiu a façanha de ser eliminado por um time da quarta divisão na Copa da Alemanha. Já deu para entender, né?

– Qual seu maior medo no campeonato?

O maior medo de qualquer torcedor do Hamburgo é ver o relógio da Imtech Arena zerar, ou seja, cair para a segunda divisão pela primeira vez em seus, quase, 128 anos de história.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Labbadia, a cidade de Hamburgo já tem o St. Pauli na segunda divisão, nos deixe fora dessa, POR FAVOR!

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Acredito que não, tenho duas pernas esquerdas, com alguns jogadores do time.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Porque sou trouxa, essa é a única explicação.

Hannover 96

HANOVER, GERMANY - APRIL 10:  Ron-Robert Zieler of Hannover 96 celebrates as team mate Christian Schulz (not in picture) scores the opening goal during the Bundesliga match between Hannover 96 and Hertha BSC at HDI-Arena on April 10, 2015 in Hanover, Germany.  (Photo by Martin Rose/Bongarts/Getty Images)

Bruno Macedo, estudante e dono do Hannover Brazil

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Porque somos aquele time que sempre fica do meio da tabela para baixo e não ganhamos nada de grande importância desde 1992…

– Qual seu maior medo no campeonato?

Ser rebaixado para a 2.Bundesliga, como quase aconteceu conosco na última temporada. Nós nos livramos da degola somente na última rodada!

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Frontzeck é novo na equipe, mas vem fazendo um bom trabalho com o elenco até aqui. Certamente diria isso a ele.

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Sakai, esse cara é horrível! O seu momento mais marcante na última temporada foi quando o Roberto Firmino deu dois chapéus nele no mesmo lance…

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Porque como diriam os torcedores lá na Alemanha: “Niemals Allein”, ou em português “Nunca sozinho”. A torcida sempre marca presença onde quer que o Hannover 96 esteja!

Hoffenheim

kura

Luan Henrique, estudante e dono do Hoffão da Depressão

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Já viu que o Hoffenheim foi eliminado na Copa da Alemanha para o Munique 1860? Viu que Firmino e Beck caíram fora? Acho que isso já responde sua pergunta.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Meu medo é o Hoffenheim tomar um surra do Bayern de Munique, igual a que o Hamburgo levou.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Pra que tantos volantes? E porque ainda insiste em jogadores como Szalai?

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Melhor que o Szalai, com certeza. O motivo? Por que um cone é melhor que ele

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Porque vamos empatar. E temos um grande jogador no elenco: Joelinton.

Ingolstadt

Ingolstadt – Sediada em Ingolstadt, a Audi abraçou o novo clube criado na cidade em 2004, após a fusão de dois rivais locais. A empresa começou a se envolver gradualmente com a equipe, construindo um novo estádio e comprando parte de suas ações – assim como fez com 9% do Bayern. Um investimento que deu resultados nesta temporada, com o acesso à Bundesliga.

Victor Borsatto Branco, engenheiro de gestão e torcedor/morador de Ingolstadt

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Mesmo tendo como patrocinador a Audi (onde fica a sede da empresa), companhia do grupo Volkswagen, vejo que o time não receberá o mesmo volume de investimento do Bayern (conselho de administração tem membros da VW e Audi) e do Wolfsburg (sede da VW). Assim, não conseguirá manter o mesmo nível na primeira divisão.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Com raras exceções, os times estreantes na Bundesliga, ou qualquer outro campeonato de alto nível, não conseguem manter o mesmo ritmo do ano anterior. Tenho medo do time se apequenar diante a grandeza bávara, e fique a sombra do Bayern.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Servus, Grüß Gott (saudação bávara). Represente Ingolstadt, não tenha medo, faça igual aos nossos heróis do ERC Ingolstadt (time de hockey que foi campeão).

 – Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Provavelmente não, mas acho que o americano, o Alfredo Morales, não deveria arriscar a jogar futebol, não me agrada o estilo de jogo dele.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Confesso que realmente será uma missão muito difícil, mas tenho certeza que irão representar os dragões de Ingolstadt na Bundesliga, e farão um belo duelo entre os bávaros. Que a força illuminati esteja com vocês!

Mainz 05

Generated by  IJG JPEG Library

Maiquison Fernandes, estudante de Ciências da Natureza e dono do Mainz 05 Brasil

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

O time perdeu suas maiores estrelas (Geis e Okazaki) e consequentemente terá problemas para fazer um time não muito entrosado ser competitivo na Bundesliga.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Sem dúvidas o rebaixamento, embora, diferentemente da temporada passada o time conseguiu avançar na Copa da Alemanha e isso já deixa uma esperança do time conseguir algo mais que uma décima primeira colocação.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Martin vai com tudo, o Bayern não é grande coisa, coloca o Baumgartlinger e o Frei fechando o meio e joga a bola no ataque pro Niederlechner que a taça vem.

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Apesar de querer uma polêmica, creio que não, o time não tem nenhum jogador que seja tão inútil, o que chega mais perto disso é o Gonzalo Jara que após aquele episódio com o Cavani na Copa América foi praticamente chutado do time. E isso ocorreu logo quando o Noveski deixou o clube, o que poderia trazer mais minutos de jogo para o chileno. Burrice define esse rapaz.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Bom, o Mainz empatar com o Bayern é um bom resultado, mas vamos ganhar, pois temos o Muto, o japonês veio com grande status após atuar muito bem no FC Tokyo. Ele poderá ser a “arma secreta” do Mainz 05 em uma eventual vitória sobre o time do Guardiola.

Schalke 04

Germany Bundesliga Soccer

Felipe Ferreira, estudante e dono do Diário Azul Real

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

O Schalke não fará um bom campeonato alemão porque o time é repleto de jovens promessas treinado por um treinador ainda inexperiente. A Bundesliga é longa e tem aquela clássica hora de separar os homens dos meninos, quando ela chegar, nem Draxler, nem Meyer vai salvar a equipe, porque ainda falta maturidade não só a eles como aos outros nomes do time. Se não bastasse isso, todos sabemos que há coisas que só acontecem com o Schalke e esse azar sempre surge para nos atrapalhar.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Meu maior medo é o time acumular as famosas atuações “engana-trouxa” que fazem a gente se empolgar e pensar que esse ano vai dar tudo certo. Porém, quando chegar a “hora da verdade”, o elenco não tenha cacife para manter o embalo, acabando por sequer render nos jogos mais fáceis e amargar mais um ano sem uma vaga na UEFA Champions League.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Caro André Breitenreiter, você tem em mãos um time tão jovem quanto a sua pessoa. Saiba lidar com os meninos e, acima de tudo, faça eles renderem o máximo possível. Para isso, não queira dar uma de Di Matteo (seu antecessor) e jogar de maneira pragmática. Siga mantendo a proposta ofensiva que mostrou na pré-temporada dando condições para Geis, Goretzka, Draxler e Meyer aparecerem como protagonistas.

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time?

Obviamente seria melhor que o Matip. Podem falar que é um zagueiro com potencial, qualidade e algum valor, porém, na minha modesta opinião, não passa de um boneco de Olinda camaronês afobado. Ou seja, tendo um pouco de postura e noção tática, já dá pra ser melhor que ele.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que vai ganhar do Bayern?

É simples. O tal do Bayern tem aquele tal de Judas Neuer e não tivemos a oportunidade de vê-lo sofrendo uma derrota para nós depois de ter nos traído. Diante disso, jogo contra os bávaros tem sempre um sabor especial pela ânsia de vingança. Inclusive, Manuelzinho, fique esperto, porque, como diz Beth Carvalho, você pagou com traição pra quem sempre lhe deu a mão e vamos festejar na sua cara sim.

Stuttgart

stuttgart

Marcos Aquino, gestor empresarial e torcedor do Stuttgart

– Por que seu time não fará um bom campeonato alemão?

Primeiramente, pela ineficiência da diretoria do clube no mercado de transferências após a campanha desesperadora na temporada passada, quando escapamos do rebaixamento por apenas dois pontos. Foram ao todo nove contratações, mas a única que inspira na torcida alguma confiança de bons resultados é a do australiano Langerak, ex-goleiro do Borussia Dortmund, que chega pra substituir Ulreich. Outro fator importante pra descrença numa boa campanha é o comando técnico. Alexander Zorniger, definitivamente, não tem o perfil ideal para reconduzir o clube à glória. Jovem e inexperiente, com trabalhos apenas por clubes inexpressivos da Alemanha,  Zorniger deverá encontrar dificuldades para montar um time competitivo num clube e numa liga que exigem tanto a temporada inteira.

– Qual o seu maior medo no campeonato?

Perder nomes importantes do elenco por longo período devido às lesões. Seria um baque e tanto para as pretensões do time levando em conta que as opções de reposição no banco são escassas.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Como trata-se de um técnico em começo de trabalho e com apenas uma partida oficial até o momento, pouco dá para avaliar. Porém, se encontrasse o Mr. Zorniger por aí apenas o aconselharia a nunca se apaixonar por um time repleto de volantes, como é costume aqui no futebol brasileiro.

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Sem dúvidas! Não é necessário tanta coisa pra ser melhor que o Rudiger ou o Niedermeier no miolo de zaga suábio.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder pro Bayern?

Sinceramente falando, não creio que a honra de tirar pontos do Bayern caberá ao Stuttgart. Não nessa temporada. O retrospecto recente é terrível! Nos últimos 14 jogos nós fomos massacrados pelos bávaros com treze derrotas e uma longínqua vitória, lá em 2010, na Allianz Arena. Somando isso às poucas mudanças em relação ao time sofrível da temporada passada e o fato de o Bayern ter o elenco que tem, não creio em vitórias. Porém, tenho certeza que com um bom padrão tático e aquela raça de sempre quando empurrado pela torcida, o elenco representará bem a camisa diante do multimilionário bávaro.

Werder Bremen

Eljero Elia, do Werder Bremen

Lucas Teixeira, estudante e dono do Bremen BR

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Simplesmente porque o Werder não tem material humano pra isso. Atravessando um momento financeiro complicado e atolado em dívidas, mais uma vez temos uma equipe de nível técnico razoável que não deve brigar por grandes coisas na temporada.

– Qual seu maior medo no campeonato?

Que o time se perca em determinado momento da competição e engate uma sequência de resultados ruins. Foi assim na temporada passada, trocamos de técnico e conseguimos dar a volta por cima. Mas é bom não abusar da sorte, né? Não pode dar sopa pro azar, não.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

Que o senhor dê sequência ao bom trabalho que tens realizado a frente do Werder Bremen, Viktor Skripnik. Pra isso, chutar o grande Assani Lukimya do time titular ajudaria bastante, viu? Sem ele, quem sabe a gente poderia ter uma defesa mais sólida…

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Sim, acredito que eu seja melhor que o Lukimya. É vendo esse cidadão jogar profissionalmente que me arrependo de não ter investido na carreira de jogador.

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Estamos desde 2009 (bons tempos em que tínhamos Diego, Özil, Frings, Pizarro e companhia no time) sem ganhar deles e de lá pra cá só temos recebido pancada. Analisando o histórico recente, são raras as vezes em que os bávaros não vencem o Werder por um placar elástico. A verdade é que já começamos o campeonato com a certeza que perdemos os dois jogos pro Bayern. Nem o mais otimista dos Grün-Weiß deve acreditar em um resultado diferente entre essas equipes em um eventual confronto nos dias de hoje.

Wolfsburg

Bas Dost, atacante do Wolfsburg, comemora gol contra o Werder Bremen

Abner von Randow, estudante de jornalismo e torcedor do Wolfsburg

– Por que o seu time não fará um bom Campeonato Alemão?

Tenho vários receios com esta temporada. O Bendtner só faz gol nos hispano-alemães da Baviera, o Schürrle só faz gol na CBF, ainda tem o petróleo russo e árabe tentando levar nosso craque para a Liga que não revela jogadores. Não podemos perder jogadores, pois nosso elenco é limitado tanto em qualidade como em quantidade. Imagina uma dupla com Schürrle e Bendtner?? Sabe o que é isso? É A MORTE!!

– Qual seu maior medo no campeonato?

Meu maior medo é ficar fora da Champions League. Para o avanço que o Wolfsburg vem tendo nos últimos anos, ficar fora de uma Champions League seria completo desastre.

– O que diria ao técnico do seu time se o encontrasse na rua?

“HecKING, de onde já se viu deixar Guilavogui de titular? E para piorar, o Bendtner só faz gol em time morto, como é o time dos hispano-alemães da Baviera! Não dá para insistir nesses desastres!

– Você acha que seria melhor que algum jogador do seu time? Quem e por quê?

Se eu for melhor que o LORD, eu seria um GOD? Falando sério, qualquer um é melhor que Guilavogui e Bendtner, até minha sogra!

– Por que, depois de tudo isso, você ainda acredita que não vai perder do Bayern?

Existem outros 17 clubes na Bundesliga. É só utilizar o Bendtner contra os espano/alemães da Baviera. Já contra os outros 16 clubes, será necessário sumir com esse dinamarquês! Ou talvez emprestá-lo para o adversário do Bayern em cada rodada.