Yvonne e seu marido David eram torcedores apaixonados do Manchester City. Donos de um carnê de temporada há 30 anos. Mas David morreu de câncer no último mês de maio, e Yvonne não foi mais ao Etihad Stadium para acompanhar de perto a Premier League histórica que o seu clube de coração está fazendo. Abriu mão do carnê de temporada. Seria doloroso demais sentar-se sozinha onde ela estava acostumada se sentar com o parceiro da sua vida.

LEIA MAIS: O tropeço não saiu por centímetros, e o City conseguiu a 19ª vitória contra o Newcastle

O irmão de David entrou em contato com o Manchester City para tentar reintegrar Yvonne à comunidade azul, e o clube preparou um Natal especial para Yvonne. Enviou o ex-jogador Paul Dickov para buscá-la de táxi e levá-la ao Etihad, onde ela foi recepcionada por outro favorito da torcida, Mike Sumerbee.

A primeira surpresa de Yvonne foi assistir à goleada por 4 a 0 sobre o Bournemouth, em 23 de dezembro, em um dos camarotes do estádio. A segunda foi descobrir que sua família e amigos esperavam-na para um belo almoço antes de a bola rolar. A terceira foi encontrar Benjamin Mendy, lateral esquerdo afastado por lesão, esperando-a para entregar uma camisa autografada.

E com esse belo gesto, o Manchester City espera que Yvonne volte a frequentar os jogos do time.