Sergej Milinkovic-Savic é considerado um dos melhores jovens talentos do futebol italiano. O meio-campista de 22 anos acumula boas temporadas com a Lazio e tem seu nome especulado em outros clubes de peso da Europa. Além disso, possui potencial para brilhar pela Sérvia na Copa do Mundo de 2018. Os Milinkovic-Savic, no entanto, fizeram a alegria dos laziali por vias tortas nesta quarta-feira. O sangue da família também corre nas veias de Vanja, goleiro reserva do Torino, dois anos mais jovem que Sergej. E o arqueiro teve seu primeiro momento de destaque com o Toro, ao pegar um pênalti e ajudar a eliminar justamente a Roma na Copa da Itália, com a vitória por 2 a 1.

Antes de falar sobre o jogo, é preciso ressaltar que os Milinkovic-Savic possuem uma ascendência nobre nos esportes. Os pais da dupla do Calcio também foram atletas. A mãe, Milana Savic, jogou basquete profissionalmente – o que ajuda a explicar a altura privilegiada dos garotos, ambos passando de 1,92 m. Já o pai, Nikola Milinkovic, teve uma carreira razoável como meio-campista. Rodou por diversos times médios da Espanha e de Portugal. Não à toa, tanto Sergej quanto Vanja são espanhóis de nascimento, apesar da cidadania sérvia e da escolha pela seleção do país de seus pais.

Trazido do Lechia Gdansk nesta temporada, Vanja é reserva de Salvatore Sirigu. Aos 20 anos, o Milinkovic-Savic mais novo é tratado como uma promessa pelo Torino. Ainda assim, começou a ganhar espaço – e a aprontar – na Copa da Itália. Aprendendo a cobrar faltas da maneira mais sofrida possível com Sinisa Mihajlovic, o discípulo quase anotou um gol de bola parada contra o Carpi, na etapa anterior da competição. Já diante da Roma, o camisa 32 mostrou seus predicados sob as traves.

Lorenzo De Silvestre e Simone Edera abriram vantagem ao Torino, mas Milinkovic-Savic precisou ser bastante testado para que o placar fosse construído. O goleiro fez algumas boas intervenções, enquanto também contou com a colaboração da trave, que brecou o ímpeto romanista. Já o principal momento do garoto aconteceu aos 32 do segundo tempo, em pênalti cobrado por Edin Dzeko. O bósnio soltou o pé, mas o sérvio aproveitou sua ótima envergadura e espalmou a cobrança. Retardou a reação dos giallorossi, que ainda diminuíram no final com Patrik Schick, mas tiveram que engolir a eliminação.

Milinkovic-Savic terá outro teste de fogo nas quartas de final da Copa da Itália. Afinal, o adversário do Torino será justamente a rival Juventus. A Velha Senhora avançou ao bater o Genoa por 2 a 0, em jogo que marcou a estreia de Giuseppe Rossi pelo Grifone. Paulo Dybala, em um belíssimo lance para encerrar seu jejum de um mês sem marcar, e Gonzalo Higuaín balançaram as redes. Os duelos restantes da próxima fase são: Atalanta x Napoli, Internazionale x Milan e Lazio x Fiorentina.