Uma vitória separa França e Suécia da classificação antecipada para a Copa do Mundo. A Polônia, mesmo sem entrar em campo, também pode garantir sua vaga para a Alemanha neste sábado. Para isso, torce para que a Inglaterra não vença a Áustria.

O complicado grupo 4 pode começar a ficar mais claro caso a França (16 pontos) vença a Suíça (16 pontos) em Berna. O triunfo levaria os Bleus ao Mundial, pois eles levariam vantagem no confronto direto. Raymond Domenech enfrenta problemas no ataque, desfalcado dos titulares Henry e Trezeguet. A tendência será efetivar Cissé como único avante, com o apoio de Wiltord e Luyindula (ou Malouda) pelas pontas. Zidane, recuperado de contusão, está confirmado. Thuram segue como dúvida.

Irlanda (13 pontos) e Israel (15) enfrentam Chipre e Ilhas Faroe, os dois sacos de pancada da chave. As duas seguirão na luta em caso de vitória, mas os israelenses estão em desvantagem, pois encerrarão amanhã sua participação nas eliminatórias.

No grupo 8, as duas seleções com chances de classificação fazem um confronto direto. Em Zagreb, a Suécia (21 pontos) festeja se derrotar a Croácia (20). Os suecos sofreram apenas uma derrota, justamente para a Croácia. Do lado croata, Zlatko Kranjcar promete montar uma equipe ofensiva, com a presença de três atacantes: Dado Prso, Bosko Balaban e Ivan Klasnic. O meia Niko Kovac não está garantido entre os titulares.

A Inglaterra (19) está proibida de perder para a Áustria, no grupo 6. Caso contrário, a Polônia (24) comemorará mesmo sem jogar. Sven-Goran Eriksson está sendo pressionado pela imprensa inglesa para escalar Sol Campbell ao lado de John Terry no miolo da zaga, deixando Rio Ferdinand no banco, além de Peter Crouch. O atacante seria o companheiro de Michael Owen, pois Wayne Rooney está suspenso. Pressionado por conta da derrota na última partida (1 a 0 contra a Irlanda do Norte), o sueco faz mistério em torno dos titulares.

Embolada mesmo está o grupo 7. Dificilmente a vaga sairá neste sábado, mas Sérvia-Montenegro (19 pontos) ficará muito perto dela caso derrote a Lituânia (9). A Bósnia (13) pega San Marino, na lanterna sem qualquer ponto ganho. Porém, a partida mais importante desta chave será Bélgica (11) e Espanha (14).

Em Bruxelas, os Diabos Vermelhos nem podem pensar em derrota, sinônimo de eliminação. Já a Fúria tenta alcançar a liderança do grupo, mas não depende apenas de suas forças para conquistar este objetivo.

Luis Aragonés promoveu algumas mudanças com relação ao time que enfrentou a Sérvia-Montenegro na última rodada. Na lateral-esquerda, Antonio López ganhou a posição de Asier Del Horno. No meio, Xabi Alonso, suspenso, foi substituído por David Albelda. A dupla de ataque será formada por Raúl e Fernando Torres.

David Villa, um dos artilheiros do Espanhol, fica no banco. A Bélgica terá desfalques importantes: Kompany, Vander Heyden, Clement, Cornelis, Bisconti e Sonck ficaram de fora da partida.

Veja os jogos deste sábado pelos grupos 4, 6, 7 e 8 das eliminatórias européias:

Grupo 4
Suíça x França
Chipre x Irlanda
Israel x Ilhas Faroe

Grupo 6
Irlanda do Norte x País de Gales
Inglaterra x Áustria

Grupo 7
Lituânia x Sérvia-Montenegro
Bósnia x San Marino
Bélgica x Espanha

Grupo 8
Bulgária x Hungria
Croácia x Suécia