Se o futebol italiano viveu sua época de ouro nos anos 1980, Milan e Napoli protagonizaram o principal duelo de titãs. Dois timaços que marcaram época no final da década e que eram concorrentes diretos pelo Scudetto. Van Basten e Gullit contra Maradona e Careca. Uma realidade bastante diferente da vivida atualmente. Enquanto os milanistas tentam botar ordem na casa e reverter sua pior temporada desde a chegada de Silvio Berlusconi, os napolitanos buscam a estabilidade no topo da tabela para, quem sabe, voltar a brigar pelo título em breve.

Se o presente não é tão glorioso assim para o confronto deste sábado, as lembranças servem para confortar os torcedores. E justamente um Napoli x Milan tenha sido a partida mais marcante da Serie A em seus tempos áureos. Em 1987/88, o Napoli vinha embalado para o bicampeonato. Mas na antepenúltima rodada, a equipe cruzou o caminho do Milan. Naquela que foi chamada de ‘final do mundial’ por Maradona, os rossoneri se deram melhor. Com atuações decisivas de Virdis e Van Basten, vitória por 3 a 2 no Estádio San Paolo, que valeu o título para o time de Arrigo Sacchi, que começava a construir sua fama ali.

O vídeo abaixo mostra as ações e os bastidores do jogaço. Já as informações sobre aquela temporada e o período esplendoroso vivido na Itália podem ser conferidos neste especial, ‘Milan lidera o bloco italiano que toma a Europa’, um dos capítulos do nosso tema da última semana, ‘O melhor campeonato nacional da história’. Está imperdível.

Ficha técnica

Napoli 2×3 Milan

Data: 1º de maio de 1988
Local: Estádio San Paolo, em Nápoles
Árbitro: Rosario Lo Bello
Gols: Virdis, 36’/1T; Maradona, 45’/1T; Virdis, 23’/2T; Van Basten, 31’/2T; Careca, 33’/2T

Napoli: Garella, Bruscolotti (Carnevale), Ferrara, Francini, Bigliardi, Renica, Bagni (Giordano), Maradona, Romano, De Napoli, Careca. Técnico: Ottavio Bianchi.

Milan: Giovanni Galli, Tassotti, P. Maldini, Baresi, Filippo Galli, Colombo, Ancelotti, Evani, Gullit, Virdis (Massaro), Donadoni (Van Basten). Técnico: Arrigo Sacchi.