A atmosfera no Parc des Princes renasce. Os ultras do Paris Saint-Germain haviam sido banidos no início da década, após seguidos episódios de violência e racismo. No entanto, por incentivo dos donos do clube, os torcedores voltaram a se organizar desde setembro de 2016. Não os mesmos indivíduos violentos, mas os fanáticos que se reúnem em um coletivo e ajudam a criar um ambiente fervilhante nas arquibancadas. Durante os últimos meses, foram diversas mostras de paixão, com bonitas festas que se distanciam das acusações sobre a artificialidade do clube. E neste domingo, antes do clássico contra o Olympique de Marseille, os parisienses criaram um de seus maiores espetáculos. Levaram bandeiras e sinalizadores, também cantavam. Mas nada supera o mosaico sensacional, com uma imagem gigantesca de Goku Super Saiyajin, com as esferas do dragão representando cada um dos títulos nacionais do clube.