Presente na quarta divisão há seis anos, o Östersunds comemorava muito ao chegar à elite do Campeonato Sueco. Ficava ainda mais feliz por conquistar a Copa da Suécia e, assim, se classificar às preliminares da Liga Europa. Festejou bastante derrubar gigantes como Galatasaray e PAOK nas etapas iniciais da competição. E a presença na fase de grupos logo em sua primeira participação valia ouro. O chaveamento não parecia muito favorável aos debutantes, especialmente pela presença de Athletic Bilbao e Hertha Berlim na chave. Pois o conto de fadas não tem fim – ao menos não agora. Os rubro-negros conseguiram a classificação aos 16-avos de final, e com uma rodada de antecedência. Nesta quinta, a vitória por 2 a 0 sobre o Zorya Luhansk valeu a celebração na Jämtkraft Arena.

Um momento curioso aconteceu antes mesmo na partida. A neve castigou nos últimos dias Östersund, cidade conhecida como a capital sueca dos esportes de inverno. O gelo tomou até mesmo as arquibancadas. Para melhorar a situação e oferecer o melhor conforto aos espectadores, o clube aproveitou as suas redes sociais para convocar a torcida, em mutirão para limpar a neve dos corredores. Aparentemente, deu certo, com as cadeiras cheias para o duelo decisivo pela fase de grupos.

E quando a bola rolou, o Östersunds se impôs contra os ucranianos. O primeiro gol aconteceu aos 40 minutos, com Dmytro Grechyshkin mandando contra as próprias redes. Já no segundo tempo, Saman Goddos fez uma jogadaça para definir. O ponta passou entre vários marcadores, antes de encontrar o espaço e arriscar de fora da área. Convocado à seleção iraniana na última Data Fifa, deve ser um dos nomes a se observar na Copa do Mundo.

O Östersunds tem grandes chances até mesmo de terminar na liderança do Grupo J. Para tanto, precisa apenas empatar na visita ao eliminado Hertha Berlim na última rodada, caso o Athletic Bilbao não vença. Já o grande jogo acontecerá na Ucrânia, onde Zorya Luhansk e Athletic Bilbao se encaram. O empate classifica os bascos.