Douglas; Victor García, Jubal, Pedrão e N’Clomande Konan; Alhassan Wakaso, Paolo Hurtado e Guillermo Celis; Raphinha, Rincon e David Teixeira. Este foi o time titular do Vitória de Guimarães no empate por 1 a 1 contra o Red Bull Salrzburg, nesta quinta-feira, pela primeira rodada da Liga Europa. E o que tem de extraordinário nesta lista é que não havia sequer um europeu entre os onze iniciais.

LEIA MAIS: VAR diminui erros e expõe baixo nível da arbitragem portuguesa

De acordo com este jornalista do Daily Mirror, este foi o primeiro jogo de Copa Europeia da história com um time titular sem nenhum jogador nascido no continente. E o Opta Joe, site especializado em estatísticas, confirmou que foi a primeira vez que isso acontece, pelo menos na Liga Europa.

O Vitória de Guimarães alinhou quatro brasileiros, dois colombianos, um venezuelano, um uruguaio, um peruano, um marfinense e um ganense. No segundo tempo, entraram Rafael Miranda (brasileiro), Héldon (de Cabo Verde) e Kiko (português), finalmente um europeu.

Pedrão fez 1 a 0 para os donos da casa aos 25 minutos do primeiro tempo, completando cobrança de falta, e Valon Berisha empatou, antes do intervalo. Placar final: 1 a 1.