Os cerca de 3,5 mil operários que trabalham nas obras do estádio de Wembley foram obrigados a deixar o local nesta segunda. De acordo com relatos, foi ouvido um grande estrondo e parte do teto teria desabado.

Segundo um porta-voz da Multiplex, empresa responsável pelas obras, “todos os trabalhadores foram retirados e uma investigação foi aberta” sobre o caso. Segundo fontes, o problema na estrutura ocorreu na junção entre o arco, principal característica arquitetônica do novo projeto, e o teto.

As obras de Wembley passam por uma série de problemas. Entre os principais, estão o aumento no custo dos trabalhos e o atraso. O prazo inicial, com previsão de entrega em maio para a disputa da final da Copa da Inglaterra, foi adiado.