O Real Madrid pode ganhar reforços de última hora para a final da Champions League contra o Liverpool, em Kiev, no dia 26. Neste sábado, o Real Madrid goleou o Celta por 6 a 0, com grande atuação de Gareth Bale. Muito relevante considerando que ele jogou no lugar de Cristiano Ronaldo, poupado para descansar mais um pouco pensando já na final continental. Bale também teve a companhia de Isco, que foi outro a marcar um golaço.

LEIA TAMBÉM: Real Sociedad terá Xabi Prieto no escudo para se despedir de um jogador que nunca vestiu outra camisa

Zinedine Zidane rodou o elenco para o jogo. Na lateral direita, jogou Achraf Hakimi, já que o time ainda não tem Dani Carvajal, que se recupera de lesão. Na zaga, Sergio Ramos também foi poupado e jogou Nacho em seu lugar. O meio-campo foi o titular, com Modric, Casemiro e Kroos. O ataque teve Bale, Isco e Benzema. O ataque é certamente o ponto chave para o jogo, já que é onde está mais aberta a disputa por vagas no time titular para a finalíssima da Champions League, em Kiev.

Os dois primeiros gols do Real Madrid foram marcados por Bale. Primeiro, em um chute na entrada da área com o pé esquerdo, colocado. Depois, já aos 30 minutos, quando ele dá um drible sensacional e marca um gol bem característico, em um chute colocado. Depois, foi a vez de Isco também marcar o seu golaço, em um chute de fora da área. Foi o placar do primeiro tempo.

No segundo, Benzema recebeu e tocou para o lateral Achraf, que chutou e o goleiro Sergio Álvarez foi mal e o gol saiu. Depois, Asensio fez jogada de ponta esqueda, cruzou para a área e Sergi Gómez marcou contra, aos 28 minutos. Por fim, Toni Kroos, aos 36 minutos, fechou o placar.

O que chama a atenção é o número de assistências de Benzema. O francês chegou a 10 no jogo deste sábado, sendo o melhor do Real Madrid neste quesito. Messi lidera com 12, Suárez tem 10, assim como Pablo Fornals e o próprio Benzema. Criticado muitas vezes pelas atuações ruins, o francês parece ter encontrado uma forma de ser útil ao time.

O que Zidane ganha com o jogo, mais do que os três pontos que, a essa altura, fazem pouca diferença, é mais opções. É difícil saber quem será o time que entrará em campo em Kiev para a final da Champions League. Bale foi muito bem e ganha espaço, assim como Isco, que fez ótimo jogo. Ainda há Asensio e Lucas Vázquez, que também já foram titulares e são opções.