Não foram poucos os boatos surgidos na internet sobre a Copa do Mundo. Alguns até tornando histórias ainda mais grandiosas, mas que, na verdade, não passavam de invenção. Mesut Özil foi um dos jogadores que sofreu com isso. Após a final, surgiu a notícia de que o meia doaria seu prêmio pela conquista a crianças da Faixa de Gaza. Não era real. No entanto, ainda dá para dizer que o alemão foi capaz de um gesto enorme.

LEIA MAIS: A Grécia abre mão do prêmio para mostrar como dinheiro da Copa deve ser usado

Özil ajudou a cirurgia de 11 crianças doentes no Brasil. “A vitória na Copa não é somente dos 11 titulares, mas de todo o time, e eu irei agora aumentar o número dos 23. Esse é meu agradecimento pessoal pela hospitalidade das pessoas do Brasil”, afirmou o meia, em sua página pessoal no Facebook.

Ainda assim, o representante de Özil não descarta uma ajuda a Gaza. Considerando o fato de que o alemão é muçulmano, o engajamento com a causa palestina soa natural. E, para quem foi capaz de um primeiro gesto como esse com o Brasil, pode até ser que o craque trabalhe para tornar os boatos verdadeiros.