Estreante na Bundesliga na temporada 2016-17, time mais jovem do Campeonato Alemão com a média de idade de 24,3 anos e atual vice na tabela. O RB Leipzig, fundado em 2009, surpreende com a campanha. Atrás apenas do líder Bayern de Munique e à frente do Borussia Dortmund, o time de Leipzig garantiu matematicamente a classificação para a próxima Champions League, pelo menos nas fases dos playoffs, já que o clube terminará na Bundesliga entre os quatro primeiros colocados. Os segredos do sucesso? Espírito de equipe, vontade de aprender e diversão no jogo. É o que afirma o volante Bernardo, único brasileiro no RB Leipzig.

LEIA TAMBÉM: A aplausível temporada do Leipzig foi coroada com um passe para a Champions

“Temos um grande espírito em equipe. Todos do RB Leipzig, independente se o jogador começa a partida entre os 11 titulares ou se está no banco, ajudam uns aos outros. Temos o time mais jovem na Alemanha e estamos dispostos a aprender. Aprendemos muito rápido na nossa primeira temporada na Bundesliga. Toda vez que entramos em campo, queremos nos divertir no jogo”, disse Bernardo em entrevista à Trivela.

Vindo do Red Bull Salzburg, o volante brasileiro de 21 anos é filho do ex-meia Bernardo Fernandes da Silva, que jogou no São Paulo, Corinthians e no Bayern de Munique (em 1991). Em agosto, ainda jogando pelo clube austríaco, Bernardo conversou com a Trivela e já tinha dito que o Leipzig na primeira divisão era “uma grande oportunidade”. Agora, na Alemanha, fala da excelente temporada do time na sua estreia na Bundesliga.

Confira a entrevista com Bernardo:

O que te atraiu no projeto do RB Leipzig?

Era um passo lógico na minha carreira. Eu estava me desenvolvendo bem no Salzburg. Mas, quando surgiu a oportunidade de jogar em uma das melhores ligas da Europa e contra os melhores jogadores, aceitei o desafio de ir para a Bundesliga.

O seu pai jogou no Bayern. Ele te influenciou na decisão de jogar no Campeonato Alemão?

Ele tinha mencionado que o nível do futebol na Alemanha é alto. E, claro, me apoiou para jogar na Bundesliga.

Como você explica a campanha do RB Leipzig?

Nós temos um grande espírito em equipe. Todos do time, independente se começa o jogo entre os 11 titulares ou se está no banco, ajudam uns aos outros. Temos o time mais jovem na Alemanha e estamos dispostos a aprender. Aprendemos muito rápido na nossa primeira temporada na Bundesliga. Toda vez que entramos no campo, queremos nos divertir no jogo.

Quais são as suas expectativas de jogar a Champions na próxima temporada?

Estamos muito concentrados em terminar em segundo na tabela. Só vamos pensar em falar de Champions quando estivermos lá. O momento de ouvir o hino antes do jogo será uma experiência emocionante.

O que poderia ser feito para tornar o Campeonato Alemão mais competitivo e diminuir a hegemonia do Bayern?

O Bayern está na posição atual por conta de um trabalho de décadas. Eles conquistaram isso. Mas no futebol as coisas mudam muito rápido. Você nunca sabe o que vai acontecer. Mesmo com a hegemonia do Bayern, a Bundesliga é muito emocionante em cada partida.