A Bélgica é uma das seleções que causa expectativa nas pessoas pelos bons jogadores e o potencial de bom futebol, visto, em parte, nas Eliminatórias da Copa. Os belgas terão como adversária uma seleção campeã do mundo, a Inglaterra, mas com uma coisa em comum: são duas seleções que têm causado expectativa e ainda não cumpriram o que se espera delas. Os dois países se enfrentarão no último jogo da primeira fase e Martínez acredita que os ingleses farão uma boa Copa do Mundo.

LEIA TAMBÉM: A Copa na televisão brasileira: 1982, monopólio para o bem e o mal

Martínez viveu muito tempo na Inglaterra. O técnico de 44 anos jogou no Wigan por seis anos, de 1995 a 2001, antes de passar por Motherwell, da Escócia, Wasall, novamente na Inglaterra, Swansea e encerrar a carreira pelo Chester City em 2007. Como técnico, iniciou a carreira no Swansea, depois foi para o Wigan e teve passagem importante no Everton. A série de maus resultados culminou com a sua demissão do clube de Liverpool em 2016. Mais tarde, no mesmo ano, ele assumiu a seleção belga.

“Eu sempre segui a Inglaterra muito de perto”, afirmou o ex-treinador do Everton. “Eles são um grupo de jogadores que, agora, com o bom trabalho de Gareth Southgate, trouxe um grupo de jogadores jovens que ele conhecia muito bem por seu envolvimento no sub-21”, analisou Martínez.

Gareth Southgate foi técnico do time sub-21 da Inglaterra de 2013 a 2016. Foi quando ele assumiu como técnico do time principal, primeiro interinamente, depois da saída de Sam Allardyce por envolvimento em um escândalo com empresários e transferências. Desde então, renovou o time e leva à Rússia um time jovem, com Harry Kane, principal estrela, como capitão do time. “Eles mantiveram uma boa mistura e deu ao time inglês uma direção clara de jogadores atuando de certa maneira que os permitiu competir contra os melhores do mundo. Então, eu espero que a Inglaterra vá muito bem na Copa do Mundo”, declarou ainda o espanhol.

“Eles estão em um momento realmente bom para ir a um torneio e continuar o espírito vencedor que St. George’s Park [centro de treinamento da Inglaterra] trouxe às suas seleções. Nós vimos o sucesso com o time sub-17, o sub-20. Eu acho que é algo que veremos no nível principal”, analisou ainda Martínez, lembrando as conquistas dos Mundiais sub-17 e sub-20 da Inglaterra em 2017.

A Bélgica enfrenta a Inglaterra no último jogo da fase de grupos dos dois, no dia 28 de junho em Kaliningrado.