Ronaldo, herói do Real Madrid no empate por 1 a 1 com o Barcelona no sábado, criticou a arbitragem de Medina Cantalejo, responsável pela expulsão de Roberto Carlos aos 26 minutos do primeiro tempo. “Já faz tempo que dizemos que os árbitros têm sido mais rigorosos conosco, enquanto para o Barça apitam coisas estranhas, como pênaltis e faltas que não existem”, afirmou.

O atacante comentou que Roberto Carlos lhe jurou não ter insultado o juiz. “Cheguei até a conversar com ele (o árbitro) para tentar entender como ele pode ter ouvido algum xingamento com tanto barulho da torcida.”

O técnico madridista, López Caro, preferiu não entrar em polêmica com relação à arbitragem. “Já cometi o erro de ter feito julgamentos precipitados e me arrependi. Sinceramente não sei o que aconteceu”, destacou. Caro preferiu destacar a superação de seus jogadores, que venceram a adversidade de ter um homem a menos: “Controlamos todas as facetas defensivas do jogo, mesmo que tenhamos perdido em força ofensiva.”

Perto do gol 100

O gol que marcou no empate com o Barça foi o 99° de Ronaldo com a camisa do Real Madrid em partidas oficiais. Essa foi também a terceira partida consecutiva em que o brasileiro marcou gols.

Ele também marcou o gol que empatou o placar a favor dos merengues contra o Zaragoza e fez outro contra o Sevilla.

Foto: Agência CBF