Gary Neville, hoje comentarista de futebol na TV inglesa, já reclamou da possibilidade de que Louis van Gaal assuma o comando do Manchester United. Para ele, a tradição deve ser mantida, e algum britânico deveria ser apontado como novo comandante dos Diabos Vermelhos. Pois então temos uma sugestão que mantém mais a tradição que apenas escolher um britãnico qualquer. Mais que isso, o novo treinador deve ser, novamente, escocês. E, indo ainda mais longe, sugerimos que, fingindo que a passagem desastrosa de David Moyes por Old Trafford não aconteceu, este novo treinador seja não apenas escocês, mas “da família”. Senhores, Darren Ferguson deveria ser o novo técnico do United. Ele até que tem um certo talento, e, sobre seu DNA, não é nem preciso tecer comentários.

Claro que estamos brincando. Olhando para todos os nomes especulados como o potencial novo treinador do Manchester United, dos mais absurdos aos mais possíveis, o filho de Ferguson está obviamente abaixo deles. Porém, essa brincadeira serviu apenas para destacar Darren que, olha só, foi eleito o técnico do mês da League 1, a terceira divisão inglesa.

Darren Ferguson, filho de Alex Ferguson (Divulgação)

Darren Ferguson, filho de Alex Ferguson (Divulgação)

Darren Ferguson está no comando do Peterborough United desde 2011. O filho do lendário treinador do Manchester United encerrou sua carreira como jogador no pequeno clube da cidade do Leste da Inglaterra, em que começou sua trajetória como técnico em 2007 e pelo qual iniciou sua segunda passagem (que dura até agora) em 2011. O que levou Fergie Filho ao prêmio foram as cinco vitórias em sete jogos no mês de abril, que deixaram o Peterborough United na sexta colocação da Terceirona Inglesa, posição que o leva aos playoffs pelas últimas duas vagas de acesso à Championship.

Evidentemente, a sugestão do primeiro parágrafo não irá acontecer, mas é legal ver que, dadas as devidas proporções, a tendência é de que o legado de Alex Ferguson continue, mesmo que de forma tímida, na escondida Terceirona.