Uma das maiores satisfações do jogador de Football Manager é contratar um jogador bem baratinho e de repente vê-lo valer dezenas de milhares de euros. Garimpar uma revelação nas divisões inferiores da Croácia e de repente ficar entre a cruz e a espada: mantê-lo no time ou vendê-lo para o Paris Saint-Germain? Nunca tive essa experiência, mas, na vida real, o sentimento também deve ser bom, e é por isso que Claudio Ranieri está passando.

LEIA MAIS: Ranieri dá lição em entrevista para explicar sucesso do Leicester: simplicidade e vontade

Sem dúvida nenhum, o elenco do Leicester valorizou-se bastante desde o começo da temporada. Era um time que havia brigado contra o rebaixamento. Está sendo uma equipe que luta pelo título da Premier League. Quanto? O Daily Mirror pediu à Sports Interactive que traduzisse essa valorização em números, de acordo com os critérios do Football Manager para determinar quanto vale cada jogador.

Esses critérios são são a habilidade do jogador, a sua reputação, o valor e o tempo de contrato ainda restante, o histórico da carreira e a importância do atleta para a equipe. Todos avaliados em longo prazo que é, segundo um analista entrevistado pelo Mirror, no que a avaliação do Football Manager essencialmente difere da percepção geral do público.

“Por exemplo, Mahrez, Vady e Kanté valem significativamente mais que os outros jogadores no elenco do Leicester por causa da importância deles para o time e os seus desempenhos nesta temporada”, disse Tom Davidson, analista da Sports Interactive. “No entanto, eles valem apenas uma fração do valor de David Silva (seria € 49,5 milhões no momento) porque ele demonstru sua habilidade constantemente em temporadas anteriores, tem um contrato muito mais valioso e é um jogador importante para o City”.

E foi exatamente isso que os dados cedidos pelo FM ao Daily Mirror mostraram. Riyad Mahrez, com 14 gols e nove assistências na Premier League, apresentaria uma valorização de 307,69% se o jogo fosse a vida real, pulando de € 8,5 milhões para € 34 milhões. Os valores de Jamie Vardy e N’Golo Kanté cresceram acima de 200%: de € 9,7 milhões e € 9,4 milhões, respectivamente, para € 31 milhões cada um.

Na média, o elenco do Leicester estaria 85% mais valorizado, de € 117 milhões para € 216 milhões. Seria, de acordo com o Transfermarkt, o oitavo elenco mais caro da Inglaterra, atrás de Manchester City, Chelsea, Arsenal, Manchester United, Liverpool, Tottenham e Everton. No momento, valendo € 119 milhões segundo o site especialista em mercado de transferências, ocupa a 12ª posição desse ranking.

Apenas dois jogadores foram desvalorizados pela campanha do Leicester. Shinji Okazaki teve uma ligeira queda, de € 11 milhões para € 10,5 milhões (valor pago pelo clube para tirá-lo do Mainz), apesar de estar sendo uma peça importante para Ranieri. Gökhan Inler, contratado do Napoli por € 7 milhões, teria seu valor de mercado reduzido de € 13,5 milhões para apenas € 5 milhões, já que é poucas vezes utilizado pelo técnico italiano.

Veja todas as variações do elenco do Leicester (e do Manchester City) aqui.

Cotação de hoje, 18/02/2016: € 1 = R$ 4,40