Por mais que esteja um nível acima da maioria de seus companheiros e adversários, Graziano Pellè não vive grande momento no Campeonato Chinês. O antigo artilheiro do Feyenoord e ídolo do Southampton marcou apenas três gols em 15 aparições pela Super League nesta temporada. Neste sábado, porém, caprichou para justificar a fortuna que ganha. O centroavante italiano marcou um dos gols mais bonitos da temporada durante o empate do seu Shandong Luneng na visita ao Beijing Guoan, por 2 a 2.

Pellè abriu o placar, aos 14 minutos de jogo. Difícil falar o que foi mais bonito no lance: o domínio com o bico da chuteira ou o chute imediato com a parte de fora do pé, encobrindo o goleiro adversário. Que a qualidade do Chinesão não seja das maiores, isso não diminui a pintura. Um nojo para bater na bola, transformado em enorme classe. Time de Renato Augusto, Ralf e Jonathan Soriano, o Beijing Guoan chegou a virar no primeiro tempo, mas, antes do intervalo, o Shandong Luneng de Gil e Felix Magath empatou com sua outra estrela de ataque, o senegalês Papiss Cissé. As duas equipes brigam para entrar na zona de classificação da Liga dos Campeões da Ásia.