A ida Podolski para o futebol japonês não encerrou a carreira do campeão do mundo na Europa. Pelo menos se depender do jogador, que afirmou que uma terceira passagem pelo Colônia, time em que foi revelado, ainda está em seus planos.

LEIA MAIS: O Colônia de 1981/82: um time de astros que bateu na trave pelo título da Bundesliga

Podolski saiu do Colônia em 2006 para o Bayern de Munique e retornou em 2009. Após três anos, acertou com o Arsenal. Em um artigo para o Bild, segundo o site oficial da Bundesliga, escreveu: “Para mim, este clube, esta cidade e esses torcedores são a minha casa. Retornarei para o Colônia, para vestir a camisa ou em outro cargo”. 

Depois, no Twitter, esclareceu. “O Bild deve ter entendido errado. Continua meu sonho usar a camisa do Colônia novamente”, escreveu. Se isso acontecer, o mais provável é que seja na segunda divisão. O Colônia é lanterna da Bundesliga, a oito pontos da salvação, com apenas mais nove em disputa. 

Esta semana, símbolos da equipe, como Jonas Hector e Timo Horn, prometeram que continuarão no Colônia, mesmo com o rebaixamento. Sobre isso, Podolski disse: “Na minha experiência, o que posso dizer é que os torcedores são únicos. Em nenhuma outra cidade, você recebe esse carinho nas ruas, nos treinamentos, nos estádios. Quando vive perto do Dom (catedral da cidade) ou do Rio Reno, você tem um sentimento especial de estar em casa”.