Tudo que o povo queria ouvir de Podolski é que, se fosse para o bem de todos e pela felicidade geral da nação, ele ficaria no Brasil para continuar sua carreira de futebol, formar família e morar em um pequeno chalé à beira-mar em Santa Cruz Cabrália. Ele foi embora, provavelmente com lágrimas nos olhos depois de tanto se divertir por essas terras durante a Copa do Mundo, e já dá para perceber que o seu carinho pelo Brasil nunca vai terminar.

LEIA MAIS: 25 momentos (carisma) em que a Alemanha foi o Brasil na Copa

Podolski esteve em Hockenheim no último domingo para assistir à décima etapa da Fórmula 1. No Instagram, o seu canal de carisma para a população, não publicou uma foto com Nico Rosberg, piloto da casa, que venceu a corrida, ou com a equipe da Mercedes, também alemã.

Quis mandar mais uma mensagem aos brasileiros. Apareceu ao lado dos brasileiros Felipe Massa, da Williams, e do ex-piloto Rubens Barrichello, hoje comentarista da Rede Globo. Como virou costume, hashtags em português: #ficapodolski #tudonosso #ilovebrasil.

Podolski não ficou no Brasil, mas o Brasil ficou no seu coração.

Você também pode se interessar por: 

>>>> Quem disse que Podolski não jogou a final?

>>>> Deveria ter Copa todo ano! Veja todas as galhofas do Mundial de 2014