Marchisio, da Juventus

Por que Manchester United e Claudio Marchisio precisam um do outro

Precisando melhorar seu elenco, David Moyes quer diminuir ao mínimo possível seus erros na hora de reforçar a equipe. Para isso, fez questão de acompanhar in loco um de seus alvos nesta janela de janeiro: Claudio Marchisio. Foi até à Itália assistir à partida entre Cagliari e Juventus, para observar não só o meia da Velha Senhora, mas também o defensor Davide Astori, do Cagliari. Infelizmente para o escocês, Marchisio começou no banco de reservas, cena que tem se repetido com muita frequência nesta temporada. Ainda deu para vê-lo em ação, no entanto. Entrou aos 21 do segundo tempo e ainda fez um belo gol do meio da rua, dando uma mostra de sua habilidade ao seu possível futuro treinador. Mesmo tendo boa qualidade, o jogador perdeu espaço após o crescimento de Paul Pogba, e é especialmente por isso que uma transferência para o United seria uma boa para a sua carreira.

Marchisio foi um jogador muito importante para a Juventus nas duas temporadas anteriores, em que os Bianconeri terminaram com o bicampeonato italiano. Boa parte da construção de jogadas passava pelo seus pés. Regular, habilidoso e com boa chegada na frente, ele foi um dos pilares das conquistas. Nesta temporada, no entanto, ele viu seu protagonismo decair, e, junto com isso, Paul Pogba crescer de maneira incrível. Acabou perdendo a posição para o francês, e sua constante ausência no time titular, tão perto da Copa, pode acabar custando-lhe a vaga entre os titulares também da seleção italiana, por isso é importante que o jogador procure novos ares agora.

No Manchester United, Marchisio chegaria para ser titular. A posição de meia central dos Red Devils anda carente. Com exceção de Michael Carrick, nenhum outro jogador convenceu completamente de que é capaz de desempenhar a função. Tom Cleverley já mostrou ter habilidade em temporadas anteriores, mas em muitas oportunidades parece jogar de maneira preguiçosa dentro de campo, sem falar que os chutes de fora da área e os bons lançamentos que costumava mostrar não dão as caras há um bom tempo.

Marouane Fellaini chegou por um alto valor do Everton, mas entre contusões e atuações apagadas, ainda não provou que sua contratação valeu à pena. Nas poucas vezes em que esteve em campo, passou longe de lembrar aquele jogador que, pelos Toffees, chegava tão bem à área adversária e constantemente marcava gols. Darren Fletcher, por sua vez, voltou agora de um longo período de ausência do futebol por uma doença no estômago, não retomou sua melhor forma, e há sempre um temor de que seus problemas de saúde o afetem novamente.

Diante de tal cenário, e considerando também que o próprio Carrick voltou de lesão há pouco tempo, a contratação de alguém como Marchisio torna-se essencial para os Red Devils. Carrick precisa de um bom parceiro por ali, e o United precisa de alguém com qualidade para construir suas jogadas lá de trás, arriscar chutes de longa distância e aparecer também como um elemento surpresa. Nesta temporada, a equipe mostrou muita dificuldade em criar oportunidades de gol em partidas um pouco mais fechadas. O italiano, por outro lado, precisa de tempo de jogo, e, no Old Trafford, isso ele teria. Pelo menos na teoria, seria o casamento perfeito para ambos os lados.